sexta-feira, 31 de maio de 2019

NADANDO NAS LÁGRIMAS DE ESQUERDISTAS DE ESQUERDA E À ESQUERDA

Joilson Gouveia*


Há vídeos, nas mais diversas e variadas redes sociais, que comprovam que o ministro (“dançando na chuva” tem razão) está mais que certo, está corretíssimo: nos quais os “doutrinadores” (trasvestidos de professores) espumando esbaforidos e vociferando e berrando, onde tentam obrigar aos seus alunos, sob as mais vis ameaças, a comparecerem às “manifestações em defesa de um nefasto, funesto e nefando presidiário”!

Ora, desde a “pátria educadora” tem- se, comprovadamente, “mais de 70% dos alunos que concluem o ensino médio têm desempenho insuficiente em Português e Matemática. Houve, inclusive, uma piora a partir de 2009. E quem era o Ministro da Educação”?

Por falar em MÁ Educação ou inexistência total desta, convém trazer a lume o seguinte, a saber:
O Brasil, desde Paulo Freire e, notada e especialmente, após Haddad, Mercadante e Cid Gomes e a tal “pátria educadora”, ocupa a 119ª posição dentre os 139 países pesquisados, no Ranking de qualidade na Educação, segundo o World Economic Forum”! Fato!

Demais disso, resta claro que o Bolsonaro é mais que um MITO: é um gênio-mágico, pois transformou vetustos trogloditas e velhacos sindicalistas de inúmeras centrais, federações e confederações ou conglomerados sindicais – sabiam que são mais 17.700 sindicatos de todos os naipes, tipos, espécies e gêneros? Há até sindicato dos sindicatos – em “inocentes-úteis da linha de frente”[Lênin] aqueles “idiotas-úteis”[Olavo de Carvalho] e “socialistas sinceros”[Nelson Rodrigues] que se dizem universitários e secundaristas da UNE e UBES: alunos e estudantes presentes somente os mesmos jubilados, filiados de “partidos escarlates”, e viciados inveterados consumidores de drogas: maconha, cocaína, heroína, crack e demais entorpecentes.

Enfim, a celeuma, quizila, mixórdia, imbróglio e estardalhaço ou mi-mi-mi midiático deu-se desde que se anunciou um “estrangeiro” (um colombiano) – xenofobia? –, para assumir ao Ministério (loteado, ocupado e aparelhado por esquerdistas de esquerda e à esquerda adeptos, sequazes e séquitos da escabrosa, nefasta, funesta e nefanda ideologia de gênero) Educação (deteriorada, destruída, destroçada, deturpada e desvirtuada) do nosso país, mormente nos últimos dezesseis anos, os quais abominam, repudiam e refutam ou se indignam se as nossas crianças cantarem o Hino Nacional uma vez por semana, como determina uma lei de esquerdistas de esquerda e à esquerda.

Os tais manifestantes (baderneiros esbulhadores do patrimônio alheio, público e privado, incendiários esfumaçados) nas várias cidades, mal caberiam nalgumas vans e kombis ou ônibus - faltou mortadela e graninha fácil? –, com camisetas das referidas centrais sindicais; um fracasso geral ou fiasco total!

Encerro: aceitem, engulam o choro, e respeitem ao nosso presidente Jair Messias Bolsonaro até 2022, com ou sem mimimis, chororôs, lamúrias, lamentos, cantilenas, ladainhas e ranger de dentes! Lambam suas feridas que a derrota foi fragorosa!
#Bolsonaro2022
Abr
*JG


terça-feira, 28 de maio de 2019

O GENE DO MAL É SEMPRE DOS OUTROS; DELLES JAMAIS!

Joilson Gouveia*


a)Acuse os adversários do que você faz, chame-os (xingue-os) do que você é”! – Wladimir Lênin.
b)A ideologia marxista dá àqueles que são frustrados intelectualmente o poder de que necessitam: o poder de seu próprio ressentimento, que ecoa e amplia o ressentimento de uma classe que se faz de vítima”. – Roger Scruton.

Já dissemos, repetimos e replicamos, aqui em nosso modesto blog - de quase cem leitores e outros cem visitantes -, que o socialismo é artífice de todos os males e que os “socialistas-sinceros”[Nelson Rodrigues] e/ou os “idiotas-úteis” [Olavo de Carvalho] padecem do “complexo de Fourier”, conforme explicitado por Ludwig von Mises, haja vista que sabem tudo sobre o porvir, o futuro, mas são desenxabidos ou nada sabem do havido nos últimos seis ou sete lustros quando esquerdistas de esquerda e à esquerda estiveram no Poder, mormente nos últimos dezesseis anos de desastrosos desgovernos escarlates, outra não pode nem deve ser a inferência!

Eis, pois, para comprovação do aqui assestado, que sou obrigado senão forçado a transcrever um texto de um atoleimado arauto escarlate resistente ressentido, que continua com seus chororôs, lamentos, lamúrias e ranger de dentes e a lamber suas feridas, desde quando vencidos, derribados e derrotados pelo MITO; a ver:
  •  “Agora entendo os velhos alemães - maio 27, 2019 por Wagner Melo
  • “Eu agora entendo como a Alemanha chegou àquele ponto na primeira metade do século passado. O momento que vivemos é semelhante”.
Destaque-se que, com a queda do ‘muro de Berlim’, os orientais fugiram para o lado ocidental; não?
  • “Sorte nossa que nem todo mundo carrega o gene do mal e não se deixa hipnotizar por mentes diabólicas”.
– De fato, ‘nem todo mundo’ possui esse gene do mal: só os esquerdistas de esquerda e à esquerda que veem democracia onde não há, a exemplo de Cuba, Venezuela e Coréia do Norte, só para citar esses três!
  • “Um país economicamente falido, um moralismo hipócrita e um “messias” supostamente enviado por Deus para liderar a nação rumo ao triunfo. Os bodes expiatórios: minorias, estrangeiros e qualquer outro grupo que não tenha nada a ver com a história”.
Ora, quem nos legou um país assim: falido, destroçado e destruído desse jeito, senão os escarlates?
  • “As manifestações desse domingo revelam como há seres humanos irracionais, que se apegam a paixões por políticos e não ligam para o futuro nem dos seus próprios descendentes”.
As miríades de povo, cidadãos e cidadãs ordeiros, disciplinados, decentes, pacatos, urbanos, civilizados e democráticos, que saíram às ruas no último domingo, são tão irracionais, estúpidas, violentas e virulentas que ninguém viu nem soube de nenhuma cena de nudez, agressão e agressividade nem depredação ou esbulhos e muito menos ninguém despido, defecando, mijando, cuspindo e fumando maconha livremente nos logradouros públicos ou incendiando nada! Que irracionais; não?
  • “Aqui compartilho um texto, atribuído a uma psicóloga, que descreve muito bem esse estado de coisas em que vivemos”:
  • “Eu admiro Bolsonaro.
  • Por Andréa Beheregaray (psicóloga)
  • Admiro porque ele consegue convencer gente que não tem como pagar universidade privada de que é preciso fazer cortes na educação pública e aumentar o número de universidades privadas no país.
Ora, o Mito fez muito mais: em menos de seis meses, transformou membros da escória escarlate da UNE, UBES, CGT, CUT, MTST e MST em “universitários e secundaristas” – aliados aos verazes inocentes-úteis de sempreidiotas-úteis – a saírem às ruas queimando ônibus, por exemplo! Por não saberem a diferença substancial entre corte e contingenciamento!
  • “Ele convence quem nunca estudou ou pôs os pés na Universidade de que diploma é bobagem e pesquisa científica é atraso”.
Óbvio, claro e evidente: pois que “se diploma universitário fosse sinal de inteligência, não teríamos tantos professores berrando “lulalivre”. Como defender um presidiário condenado em todas as instâncias judiciais?
  • “Ele convence gente a trabalhar mais tempo para ganhar menos.
Preferem às “bolsas” ao trabalho, emprego e renda condignos?
  • “Ele convence o trabalhador de que é melhor abrir mão de direitos adquiridos em prol dos empresários, afinal o empresário e sobrecarregado.
– “Para corromper o indivíduo basta ensiná-lo a chamar de ‘direitos’ os seus desejos pessoais e ‘abusos’ os direitos alheios” [Nicolás Gómez Dávila] Aliás, nesse sentido, a nossa Carta Cidadã traz 76 direitos e apenas 4 deveres: algo está errado, não? Melhor ter trabalho, emprego e renda que os tais ‘direitos adquiridos’ que ninguém sabe quem os garante, os assegura e os protagoniza; não? Sem empresários não há labor nem empregos, trabalhos e rendas!
  • “Ele convence negro de que racismo não existe, mesmo que ele tenha dito que seus filhos não casariam com negras, afinal foram bem educados”.
– No entanto, é genro de um ‘negrão’ e sua esposa não é ariana caucasiana nem loira! Ah! E o negro mais votado do país é seu aliado-amigo-irmão! É o racista que mais obteve votos dos negros desse país!
  • “E convence gays, que vivem no país que mais mata gays no mundo(!), de que homofobia é mimimi.
Antes do MITO sequer havia isso: homofobia e nenhum fora imolado nos últimos 16 anos, né? Mostrem-nos quantos gays foram imolados nesses seis meses de governo do MITO?
  • “Ele convence policiais que são assassinados por milicianos e grupos de extermínio, de que milicianos e grupos de extermínio são bem vindos e necessários”.
– Mentir faz crescer o nariz; sabia? Falta-lhe ‘potência intelectual’, para agir assim, não?
  • “Ele convence policial de rua que vive estressado (a cada 17 dias um policial comete suicídio no Brasil) de que eles devem ter mais tempo de serviço para se aposentar”.
Outra falaciosa e inverídica sentença, a reforma não exige isso!
  • “Ele convence policiais que carta branca para matar é o que resolve, ao invés de investimento sério em segurança pública, como salários, treinamentos, investigação, equipamentos, atendimentos psicológico. Se a polícia matar todo mundo e metade da polícia morrer junto, problema resolvido. Afinal, ele valoriza os heróis”.
Isso já seria ou é mais que infâmia, calúnia e injúria ou difamação: o Mito não deu carta branca para matar, mas para que o policial não seja imolado, ceifado e morto pelos “coitadinhos excluídos sociais e socializadores da riqueza alheia”! Por que não investiram sério na “segurança pública, como salários, treinamentos, investigação, equipamentos, atendimentos psicológico”, nesses últimos 16 anos?
É fato! Enquanto ele valoriza os heróis, a esquerda tenta fazer uma de suas próprias vítimas uma heroína!
  • “Ele convence gente que estudou de que Olavo de Carvalho é filósofo, mesmo que a burrice seja escancarada e que ele atribua os problemas do país à filosofia”.
– Sobre o mestre Olavo de Carvalho, insto que leiam aqui, a saber: https://gouveiacel.blogspot.com/2019/02/singelo-preito-de-sincera-gratidao-ao.html
  • "Ele convence mulheres de que feminicídio é uma bobagem, mesmo que no Brasil a cada 12 horas uma mulher seja assassinada pelo (ex)companheiro”.
Ele tenta convencer às mulheres a possuir e portar uma arma em sua autodefesa! Ver quado abaixo sobre "feminicídios".
  • “Ele convence mulheres a ficarem contra o feminismo, porque a luta do feminismo não é por direitos iguais, afinal feminista é feia e tem sovaco cabeludo, não luta por direitos iguais, querem mesmo é andar peladas e fazerem xixi na porta de igreja”.
Elas mesmas assim se portam, se postam e se expõem em suas condutas deprimentes, degradantes e deploráveis, não? “Estupidez é saber a verdade, ver a verdade, mas ainda assim acreditar nas mentiras”[Morgan Freeman].
  •  “Ele convence mulheres de que elas devem achar normal ganhar menos”.
– Reitero: mentir faz crescer o nariz! O MITO disse no ar e ao vivo no JN que não concordava que o William Bonner ganhasse mais que sua colega de bancada; lembra? Aliás, “se as mulheres ganhassem menos só teríamos mulheres contratadas”; ou não?
  • “Ele convence quem não pode pagar por saúde privada de que a solução é privatizar”.
Sinceramente, estou com dó de seus pacientes; sabias?
  • “Ele convence o brasileiro de que natureza é uma bobagem, de que tem mais é que desmatar e liberar a caça para o país evoluir”.
Sabias que o homem é imanente, inerente, integrante e faz parte dessa mesma natureza? Preferível proteger ao homem à natureza, essa sabe muito bem se defender! Aliás, “a menor minoria na Terra é o indivíduo. Aqueles que negam os direitos individuais não podem se dizer defensores das minorias”. – Ayn Rand. Mais: "Todo mundo fala sobre como deixar um planeta melhor para os nossos filhos. Na verdade, deveríamos tentar deixar filhos melhores para o nosso planeta." [Clint Eastwood] Frase do Dia - www.frasedodia.net
  • “Nietzsche (filósofo alemão), chamou isso de moral de escravo, o grande rebanho. Mas o rebanho está convencido, apoia, aplaude e quer o relho”.
  • “Convenhamos, Bolsonaro é um gênio! ”…o gênio da imbecilidade….” (Sic.) – Hospedado in https://eassim.net/agora-entendo-os-velhos-alemaes/
– É, pois, o “imbecil, estúpido, bruto, bronco, burro, despreparado e incapaz” que venceu, derrotou e derribou ao Establishment, nomenklatura e intelligentsia da tesoura escarlate (de cultos, capacitados, preparados e proficientes intelectuais ou philosophaes uspianos e pensadores-críticos), com apenas um celular e menos de 8 segundos de TV, sem apoio partidário e sem grana! Não é nenhum gênio; é apenas um MITO!

Enfim, quanto e sobre a moral do escravo e grande rebanho do Niilismo, urge trazer a lume o escólio lapidar de Roger Scruton, a saber:
  • “O ressentimento é o mecanismo que preserva o equilíbrio numa sociedade composta de estranhos, punindo aqueles que transgridem as leis de solidariedade e recompensando, por meio de sua ausência, aqueles que contribuem para o bem comum. Quando é analisado com a arrogância do super-homem de Nietzsche, o ressentimento pode se assemelhar ao resíduo amargo da ‘moral do escravo’: uma pobreza de espírito que surge quando as pessoas sentem mais prazer em destruir outras que em se desenvolver. Mas esse é o modo incorreto de analisar o ressentimento. Nem o sujeito nem o objeto do ressentimento consideram-no um sentimento bom, mas o objetivo da sociedade é conduzir nossa vida social de modo que se evite que ele ocorra; é permitir que vivamos por meio da ajuda mútua e que compartilhemos alegria, não para que todos sejam iguais e inofensivamente medíocres, mas para que outros possam cooperar conosco em nossos pequenos êxitos. Quando vivemos desse modo, criamos os canais por meio dos quais o ressentimento perde força naturalmente. Alguns desses canais são o costume, o talento, a hospitalidade e o direito consuetudinário, os quais são eliminados tão logo os totalitários tomam o poder. O ressentimento é para o corpo político o que a dor é para nosso corpo: é ruim senti-lo, mas é bom ser capaz disso, já que sem essa capacidade não sobreviveríamos. In “Uma filosofia política: argumentos para o conservadorismo”. P.190/191.
Para encerrar, um pouco de Gilbert Keith Chesterton, in Hereges; 3ª edição:
  • “Não é somente o caso do jornalismo ter ganhado se comparado à literatura. O caso é que o mau jornalismo ganhou do bom jornalismo. (...) Se o leitor gosta de jornalismo popular (assim como eu), perceberá que o (ÉAssim) é de um jornalismo medíocre e simplório. (...) é um monumento à banalidade. A única questão agora é quanto tempo mais durará a ficção de que jornalistas desse tipo representam a opinião pública. (...) A única inferência é que, para os propósitos da verdadeira opinião pública, a imprensa é, agora, uma mera oligarquia plutocrática”. G.K. Chesterton, Hereges. P. 135/137.
Lembrando o inolvidável Joseph Pulitzer: “com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruPTa formará um público tão vil como ela mesma”.

Aceitem e respeitem ao nosso presidente Jair Messias Bolsonaro!
Abr
*JG

segunda-feira, 27 de maio de 2019

NEM MAIS NEM MENOS NEM IGUAL, MAS A INDIGNAÇÃO AINDA É TOTAL

Joilson Gouveia*


Via Twitter, eis o que antes dizia o MBL: “Antes, tudo era ‘arte’. Foi só o Bolsonaro mostrar ao mundo que rapidamente virou pornografia”. Entende como a mídia manipula com a sua forma de pensar? –MBL #Bolsonarotemrazão

- O que teria feito o MBL optar pelo seu “suicídio político” ao apoiar Rodrigo Maia e ao CENTRÃO? Os dias por vir nos dirão; então, pois, aguardemos! Decerto, direitos direitistas de direita e à direita não são e nunca foram senão espertos oportunistas que surfaram na “onda do Mito”! Ou não?

As manifestações desse 26MAIO2019, havidas em mais de 350 cidades brasileiras, nos 22 estados-membros e DF, em apoio ao imprescindível Pacote Anticrime, de Sérgio Moro, às necessárias e urgentes reformas previdenciária, tributária e trabalhista, de Paulo Guedes, à votação nominal da MP870, pela revogação da PEC da bengala e contra às descabidas e inexplicáveis firulas ou postergadas protelações de Rodrigo Maia e de um tal “centrão”, não foram maiores e mais homogêneas, compactas e concentradas de miríades de povo que as anteriores, porém foram bem maiores que às de pseudos “universitários e estudantes da CUT, CGT, MST, MTST e PT/PCB/PCdoB/PSOL e demais esquerdistas, regadas aos kits de sempre: mortadela e uns trocadinhos e alguns cigarros e emuladores outros”!

Além do mais, foram manifestações fraternas, alegres, pacatas, ordeiras, urbanas e pacíficas ou de brasileiros e brasileiras patriotas livres, individuais, voluntárias e espontâneas porquanto foram gratuitas e de graça de um povo convicto, certo e ciente das razões, motivos e justificativas de sua presença nelas, um povo que despertou com o “grito de dor (da facada) do Mito”!

Ademais, o mais importante: mostrou-nos a todos nós de que não precisamos de MBL’s e quejandos bandeados à esquerda canalha, para sairmos às ruas!

Enfim, o MBL nem é contra nem a favor, muito pelo contrário; não concorda nem defende o movimento de 26 de maio de 2019, ou com a opinião de um de seus membros, mas sequer os censuram ou os criticam ou discordam e nem concordam com o povo nem apoiam o povo nas ruas exigindo que o Congresso e o STF cumpram com seus deveres institucionais!

Aduziram que o STF e o CN seriam tomados! Errado, seu ignóbil! Ninguém quer derrubar o STF; queremos apenas que respeitem, cumpram e façam cumprir à LEI-MAIOR, que é o esteio, suporte, assoalho, estribo, lastro ou alicerce dos Poderes, Instituições e Órgãos republicanos e democráticos; caso contrário, inexiste razão para suas existências: mudar alguns membros não significa acabar com os Poderes, Instituições e Órgãos!

A lembrar: alguns parlamentares foram cassados e o Congresso Nacional sequer sofreu solução de continuidade nem foi desfalcado ou teve suas funções suspensas ou interrompidas; ou não? Podemos exigir o mesmo quanto aos membros do STF? Sim! Cabe impedimento, defenestração e expurgo, conforme a própria lei de impedimento ou do impeachment!

Ou se É ou se deixa de SER!

Afinal, quem elegeu o MITO fomos nós: 57.797.847 de brasileiros e brasileiras urbanos, ordeiros, pacatos, pacíficos e patriotas!

O Brasil e os brasileiros não podemos nem devemos ficar reféns de um congresso desse naipe e um STF escarlate, ambos avessos e contrários aos interesses, desejos e direitos da população!

#26maioTodosJuntosNasRuasPraçasPraiasAvendas #somos57797847debrasileirosebrasileirascombolsonaronossopresidente #euapoiobolsonaro #MP870votonominal #euapoionovaprevidencia #euapoioleianticrime #lavatoga#LavaJatosim #CoafComMoroSim #AnticrimeJá #forarodrigomaia #maianacadeiajá #forastf #Dia26EuVouPeloBrasil #foratoffoli #foragilmar #somostodossérgiomoro #abaixostf #forastf #fimdapecdabengala #somostodosbolsonaro #bolsonaro2022 #bolsonarotemrazão #bolsonaronossopresidente 👈👈😎👊👊👊👊👊👊👊👊👊👊👊👊👊😎👉👉
Abr
*JG

domingo, 26 de maio de 2019

FAROESTE TUPINIQUIM ESCARLATE AOS QUE ENTENDEM SER O ESTADO-DEUS

Joilson Gouveia*


A mesma procuradora que acha, entende, pensa e defende que “nossos filhos pertencem ao Estado-Deus” é aqui enaltecida por uma arauto escarlate direito-humanista antibelicista ou pacato, pacífico pacifista (“desarmamentistas”) e sem “malíciaisso os meliantes, bandidos, marginais e delinquentes infanto-juvenis (excluídos sociais socializadores da riqueza alheia) não dispõem; só o cidadão de bem é que a tem! É risível a hipocrisia escarlate! Vejam aqui, a saber: http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2019/05/25/decreto-das-armas-faz-a-festa-das-milicias-diz-o-mpf/

Ledo engano: não e preciso malícia, para possuir e/ou portar uma arma de fogo. Ao contrário, é preciso amor-próprio, e, mais ainda, sim perícia, habilidade, capacidade e convicção, certeza e razão de que ela se presta à autodefesa do cidadão – mormente do que ama à família e à própria vida ou de terceiros, se for o caso, e não deseja nem quer ser imolado por “coitadinhos excluídos sociais”, que socializam as riquezas dos outros: na “lógica” de escarlates sabidos e pensadores-críticos uspianos defensores da laicidade de seus cus!

Aliás, urge transcreve o comentário de uma lúcida, inteligente, coerente e culta leitora, a saber:
  • Cecília Barreto -13 DE ABRIL: Primeiro, deve-se considerar que o DataFolha não é fonte de pesquisa confiável; Segundo, deve-se analisar a pergunta que foi entabulada – a pergunta pode direcionar uma resposta que necessariamente não representa a opinião do entrevistado sobre o fato; Terceiro, imposto há décadas, o Estatuto do Desarmamento mostrou-se ineficaz, pois não reduziu a violência; Quarto, armar a população não é política de segurança pública, mas sim garantir o direito de autodefesa a quem deseje; Quinto, com a falência da Segurança Pública os marginais tornaram-se mais violentos, diante de uma população indefesa e desarmada. Isto é fato incontestável. Assim, nada mais legítimo que permitir o cidadão ter acesso às armas para defender-se e a sua família”. (Sic.) In http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2019/04/13/a-sabedoria-feminina-contra-o-armamento-da-populacao-brasileira/ 
Urge destacar que ninguém está sendo obrigado a ter, possuir e portar nenhuma arma de fogo, não! Deixem de ser ridículos e hipócritas!

O tema é recorrente já discorremos sobre ele, vejam, abaixo transcrito, excertos de um texto nosso, que traduz o legado de desgovernos escarlates e de seu famigerado Estatuto do Desarmamento:
  • – No entanto, na atual democracia, pós-militares ao cabo, termo e fim de 1985, deu-se a debacle e fracassada redemocratização, especialmente nos 16 anos de desastrosos, desbragados e desastrados desgovernos escarlates, tivemos mais de 848.420 assassinatos, vítimas de homicídios ou CVLI, como é usual pelos igualitaristas, coletivistas e direitistas-humanistas. In https://gouveiacel.blogspot.com/2019/04/faz-nos-rir-os-atoleimados-protestos.html 
Ainda que não divulgado e noticiado, a despeito da flexibilização da posse – e agora, do porte – de armas, houve uma queda de 25% dos casos de CVLI, em fevereiro de 2019, o “jornalista” bem que poderia comparar o total de vítimas acima com o total de vítimas das principais guerras recentes, e deixar de prestar um desserviço desinformando aos leitores desse webjonal escarlate! Eis uma sinopse simples assim:
  • a) “Desarmar o povo é o meio mais eficiente de escraviza-lo”. – George Mason;
  • b) “é imperativo, para que o socialismo chegue ao poder, desarmar a população. A História nos ensina que não se pode tomar o poder onde estiver fortemente armado. Um povo armado é um povo livre”. – Leon Trótski 1879 - 1940.
  • Entenda agora porque a Esquerda defende o desarmamento civil, para ilustrar, abaixo transcritos, tem-se oito excertos de nossos comentários, postados aqui mesmo no Blog do “Peninha” sobre o sempre recorrente tema: armas, armamento ou violência; a saber: -na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com/2018/11/desarmados-somos-e-seremos-presas.html
Enfim, a atual “flexibilização de armas não obriga a ninguém ter uma arma em casa, quem é contra basta não comprar” e contar com a “segunda chance dada pelo algoz” sem malícia; claro!
  • Ninguém é obrigado a ter uma arma em casa, mas é preciso respeitar a opinião de quem acha que precisa ter uma para se sentir mais seguro” – Sérgio Moro.
  • Ora, “se você não quer ter uma arma para se defender o problema é seu! Se você acha que não deve reagir para se defender, direito seu! Se você acha que o seu direito de escolha deve se sobrepor aos dos outros, aí o problema é nosso. Sem Liberdade não há democracia”.
O guarda-chuvas não acaba com elas nem com o inverno, apenas protege ao seu usuário de se molhar e contrair um simples resfriado, por exemplo!

Onde a lógica: “mais armas, mais crimes”? Quando esses mesmos querem “mais drogas, menos usuários dependentes e menos crimes”! Mais abortos, menos estupros e menos violência ou “feminicídios”! Mais livros e cadernos, mais educação; e as tragédias nas escolas! Eis, pois, a “lógica” de esquerdistas de esquerda e à esquerda:
Esses defensores da laicidade de seus cus sequer cuidam, zelam e protegem aos seus e ainda querem se meter no dos outros! Aditamento:
  • Temos dito, reiterado e replicado, a saber:
  • O que dizeis ou direis das "criancinhas e adolescentes" pacatos, pacíficos e coitadinhos tutelados pelo ECA, cuja imensa maioria é constituída de meliantes, marginais, delinquentes e bandidos assassinos frios, cruéis e sanguinários, todos armados até os dentes, que não dão uma segunda chance às suas vítimas?
  • Respeito, entendo e compreendo ao seu "direito de não querer uma arma para autoproteção", é um problema seu; claro! Porém, por favor, tente entender, compreender e respeitar o direito dos que optam por uma arma - assim como eu - para autodefesa e de proteção da família, parentes, vizinhos e amigos, caso seja necessário – legítima defesa de terceiros; "talkey"!?
  • Suas elucubrações sobre um "monte de inimigos" não condizem com a verdade!
  • Para quê "redes de hidrantes, extintores e mangueiras", se há o corpo de bombeiros, para os casos de incêndios?
  • Para quê automóveis, motos e bicicletas ou patins, patinetes e skates, se há um "eficiente, célere, aprazível, confortável e seguro transporte público"?
  • Para quê hospitais, UPAS e enfermarias, se há uma farmácia repleta de remédios, em cada esquina?
  • Reitero: um guarda-chuva não impede, não reduz nem evita as chuvas; apenas o protege e previne de possíveis resfriados!
  • Ah! Quando for assaltado, em residência ou nas ruas, por esses tutelados "inocentes", mostre-lhes livros, canetas, lápis, a constituição e cante IMAGINE, de John Lenon! "Talkey!?
  • Por que mataram Lenon, se era da PAZ?
Abr
*JG

sábado, 25 de maio de 2019

RACISMO E HOMOFOBIA SÃO COISAS DE ESCARLATES ESQUERDISTAS DE ESQUERDA E À ESQUERDA

Joilson Gouveia*


As atoleimadas carpideiras escarlates ainda não contiveram seus lamentos, lamúrias, chororôs e ladainhas desde a fragorosa derrota sofrida nas “urnas seguras, imaculadas, invulneráveis e invioláveis”, que sempre lhes asseguraram “vitorias acachapantes” desde sua implantação; ainda não pararam para lamber suas feridas, continuam ladrando e destilando o que mais sabem fazer: ÓDIO! Além de falsificar o passado, tentam falsificar o presente numa retórica sem pé nem cabeça!


Notem bem, o caso aqui (acima) destacado foi, de fato, uma cruel barbaridade atroz e descomunal perpetrada contra o edil de Coqueiro Seco, mas foi uma execução mediante paga ou empreitada política de crime de mando, nada a ver com sua opção e preferência sexuais; não foi imolado por isso, conforme noticiado pelos jornais e imprensa de antanho; não queiram falsificar o passado e, também, o presente buscando insanas, inermes e inóxias justificativas à criminalização anelada, intentada e tentada de transformar em crime a fantasiosa homofobia, que sequer havia como não há, tal e qual apelam os igualitaristas coletivistas ou direito-humanistas em amolgáveis interpretações similares ao inafiançável racismo. Aliás, sobre o tema racismo, insto que leiam aqui, a saber:

Ao meu parco, meridiano e simples entender e mero modo de ver, querer criminalizar a homofobia tal e qual o racismo (inexistente) é querer igualar coisas díspares, diversas, diferentes, distintas e desiguais, tanto quanto quando criaram cotas raciais aos negros numa nação mais que miscigenada, junta e misturada senão eclética e ecleticamente forjada – que os submetem, classificam e condicionam como seres humanos insuficientes, incapazes, incompetentes ou subespécie ou sub-raça; o que é deveras inadmissível, inaceitável, intolerável e inimaginável ou uma subsunção descabida quando somos todos seres humanos livres, autônomos, independentes, competentes para conquistar aquilo que se deseja Ser e é-o: humano!


Temos dito, assim como a consciência não tem cor que a distinga, a capacidade, inteligência, competência e suficiência, por conseguinte, também independe de forma, tez, cútis, cor e aparência ou compleição física e humana!

Ao ensejo, urge transcrever o brilhante texto abaixo, o qual demonstra que não estou equivocado nem sozinho em ser díspar, divergir e ser contrário e oponível ao entendimento dos “supremos” do STF, a saber:
  • Leitura para pessoas maduras e conscientes da realidade do país 👍😉
  • Eles querem a divisão da sociedade 👇👇👇👇
  •  “Em primeiro lugar e para que fique bem claro, a sexualidade da pessoa é algo que só diz respeito a ela. Se você trata uma pessoa como inferior ou prega violência contra ela em razão da opção sexual, você é um lixo. Nenhum humano tem o direito de julgar e punir o próximo por decisões sobre sua vida íntima.
  • Dito isso, não se engane achando que a chamada "Criminalização da Homofobia" visa acabar com a violência contra homossexuais. O único intuito deste projeto é acentuar e perpetuar a divisão da sociedade.
  • O absurdo não está somente nos ministros do STF jogando para a platéia esquerdista e usurpando a função do Congresso que é legislar. Absolutamente NINGUÉM votou nos ministros do STF, votamos em deputados e senadores. O STF todo, somado, tem menos legitimidade para legislar do que um vereador de Mozarlândia.
  • O problema maior, no entanto, é que na pressa de agradar o politicamente correto, o STF declarou a homofobia como crime, sem nunca ter definido o que é homofobia. O que o STF entende por homofobia afinal?
  • Seria a definição original cunhada por George Weinberg em 1969 que define homofobia como um pavor mórbido de estar na proximidade de homossexuais?
  • Ou seria a definição da militância esquerdista atual, onde homofobia é simplesmente discordar de qualquer coisa que a esquerda diga sobre o assunto?
  • Sem a definição exata do termo, o STF cria uma casta de privilegiados e divide ainda mais a sociedade com situações absurdas:
  • 1- Se um empregador deixar de contratar uma pessoa sem saber que ela era homossexual, como ele irá provar que não foi homofóbico?
  • 2- Se uma Igreja, por princípios religiosos, não realizar um casamento gay. Isso é homofobia? Prenderão Padres e Pastores pelo país?
  • 3 - Se uma pessoa disser que não se relaciona afetivamente com homossexuais. Ela é homofóbica? É uma criminosa?
  • 4 - Um buffet que por motivos religiosos se recuse a atender um casamento gay. Seus donos devem ir presos por intolerância? 
  • 5 - As piadas com homossexuais em programas humorísticos virarão crime? A liberdade de expressão só valerá para piadas com a religião?
  • Como não definiram o que é homofobia, a reposta pode ser sim ou não. Depende do humor de quem for acusar e julgar. Isso não deixa homossexuais mais seguros, não promove a dignidade. Isso simplesmente causa divisão e conflito onde antes não existia.
  • Não é coincidência que durante os Governos de Esquerda a violência contra LGBTs tenha explodido (segundo os próprios grupos militantes). Se acha que a esquerda é pró-LGBT, pergunte aos LGBTs de direita como eles são tratados. Pesquise para saber como as revoluções de esquerda tratam os LGBTs assim que eles perdem a utilidade para a causa.
  • Sabemos por experiência que para a esquerda não importa o que você faz e sim de que lado você está. O esquerdista tem passe livre para ser homofóbico, racista, misógino, autoritário etc. Afinal, ele sempre justifica dizendo que foi pra combater o "ódio da direita".
  • A violência contra qualquer cidadão tem que ser punida, independente de qualquer característica ou escolha deste. Legislação específica para um grupo só tem um intuito, gerar discórdia na sociedade”. (Sic.) Texto do brilhante Frederico Rodrigues – pescado no face-Book!

Enfim, parem de ver chifres em cabeças de cavalo, seus escarlates esquerdistas de esquerda e à esquerda, os quais continuam silentes, mudos, calados, quietos, moucos e inermes quanto à repressão e opressão sofrida pelos cubanos que tentaram expressar suas preferências LGBTs, recentemente! São uns esquerdistas de esquerda e à esquerda, todos hipócritas, falsos, dissimulados, cínicos e calhordas!
Abr
*JG