terça-feira, 25 de setembro de 2018

É BOM JÁ IR ACEITANDO SERÁ MUITO MENOS SOFRIDO: “ADEUS, QUERIDOS”!

Joilson Gouveia*


O "crescimento", aqui citado pelo ilustre autor, somente poderia ser veraz se o "fantoche” ou POSTE - do réu/condenado/presidiário e INELEGÍVEL ou 'IRREGISTRÁVEL" [Luiz Fux] - tivesse usado fermento; ou, usando-se do douto escólio de Joseph Paul Goebbels* - pai da mentira - "uma mentira repetida mil vezes poderá se tornar realidade - a ver: “A essência da propaganda é ganhar as pessoas para uma idéia de forma tão sincera, com tal vitalidade, que, no final, elas sucumbam a essa idéia completamente, de modo a nunca mais escaparem dela. A propaganda quer impregnar as pessoas com suas idéias. É claro que a propaganda tem um propósito. Contudo, este deve ser tão inteligente e virtuosamente escondido que aqueles que venham a ser influenciados por tal propósito NEM O PERCEBAM." - (Sic.) - Na íntegra in https://gouveiacel.blogspot.com/2016/05/guerras-nas-estrelas-o-imperio-contra.html.
Aliás, todos vimos, tanto nas caravanas do CONDENADO, antes da sentença de clausura ao xilindró, quanto na recente visita de seu mais novo "poste" sequer se viu alguma miríade de povo seguindo-os, mormente dos vídeos divulgados pelos próprios interessados e pela “imprensa canalha”[Millôr], inclusive só obteve 16,7% dos votos ao ser derrotado fragorosamente à reeleição em 2016, com o tal “réu livre” e solto!
Ademais, urge destacar que “venceram” em 2002, 2006, 2010 e 2014! De lembrar que, as carpideiras escarlates remuneradas bramiram esbaforidos iracundos: “É GÓPIS”! etc., mas se (re)aliaram numa NOVA aliança aos “golpistas”! Agora, vociferam, esbravejam e dizem que “irão consertar esse país”! Ou, como dizem uns outros mais cultos e aprimorados: “buscam à delicadeza perdida”! É hilário ou caricato? :D
Temos dito: não é inteligente jogar limpo com quem só joga sujo, e só sabe dar golpes baixos e abaixo da linha-de-cintura; é mais que bobeira, é asneira; é ingenuidade pueril, mormente quando dispõem de uma “imprensa canalha”[Millôr] em favor deLLes, como sói acontecido desde o assestado por Joseph Pulitzer: “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”! Bem por isso, é chegado o assestado seguinte: "O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas". - Benjamin Franklin.
Abr
*JG
P.S.: #EleSim #Jair17 #Bolsonaro2018 #BolsonaroPresidente2019 #ForçaCapitão; para já acabar no primeiro turno!

domingo, 23 de setembro de 2018

BUSCAR A “DELICADEZA PERDIDA” OU QUEM NOS OBRIGOU PERDÊ-LA?

Joilson Gouveia*


Como “buscar a delicadeza perdida” depois de mais de seis lustros desastrosos, catastróficos, devastadores e destruidores de princípios, valores, costumes e de tudo de bom e do melhor que havíamos tido nos mais de vinte e um “anos dourados”, derribados, derruídos, destruídos e desconstruídos pela mesma retórica falaz, loquaz, mendaz e mordaz de pensadores-crítico, ideólogos, psicólogos, sociólogos, philosophaes uspianos e “intelectuais” esquerdistas de esquerda e à esquerda, espertos, cultos e inteligentes senão exímios azes da pena e do teclado, que insistem, recalcitram e teimam em não ver ou não querer ver a tudo isso que aí está: que sempre foi, está, é e será errado, desde os primórdios?
Nenhuma crônica, nenhuma poesia, nenhum conto, prosa ou ensaio encobrirá, debelará ou recuperará em curto e médio prazos o legado da oprobriosa, inescrupulosa e criminosa gestão escarlate, nesses mais de seis lustros, eis uma breve sinopse, a ver:
A HERANÇA PETISTA – Fonte: IBGE; Divulgação: MBL.
- Um em cada quatro brasileiros vive abaixo da linha da pobreza;
- Treze milhões de brasileiros vivem na pobreza extrema;
- Onze milhões de brasileiros analfabetos, maioria no Nordeste;
- Cinco em cada dez brasileiros adultos não passam do ensino fundamental;
- Vinte e cinco milhões (de brasileiros, de 14 a 29 anos) não frequentam escola.
Digo mais: o Brasil, do referido “melhor” (segundo ao séquito de sequazes escarlates), tonou-se:
- o maior consumidor de crack do mundo;
- o 2º maior consumidor de cocaína do planeta;
- há mais de 60 mil assassinatos, por ano; mais de 700 mil, em mais de doze anos de petismo;
- há mais de 32 mil leitos desativados, no SUS;
- a dívida interna quase triplicou; dívida externa já passou dos 3,2 bilhões, em dólares;
- nunca se viu tantos ex-ministros e integrantes do “partido” [hoje, reconhecidamente uma ORCRIM] processados, julgados, condenados e presos, mas só dois foram expulsos: Delcídio e Palocci;
- caso do Mensalão e do PTrolão, mais outros que virão;
- os maiores lucros de banqueiros e maiores escândalos de corrupção e corruPTores da “história desse país”.
Por que, onde, como, quanto, quando e para quem o nefasto réu/condenado/presidiário e INELEGÍVEL (ou IRREGISTRÁVEL, segundo Luiz Fux) “foi o melhor” e quem destruiu toda alegria, urbanidade, amabilidade, delicadeza, ternura, afabilidade e confiabilidade do povo brasileiro, cara escarlate?
Precisamos, sim, de uma mudança radical à direita, imediata e urgente, para que sejamos tornados gente, outra vez e como outrora, quando éramos felizes!
Ah! Se foi o “melhor”, deixou de sê-lo; JÁ ERA! É passado e está no “lixo” da História! Sua “criatura” foi pior que o Frankenstein! ;)
É melhor JÁ IR se acostumando, e aceitando... #Jair17 #Bolsonaro2018
Abr
*JG
P.S.: Postado in http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2018/09/23/em-busca-da-delicadeza-perdida/ 
"adeus, queridos"!




A POLARIZAÇÃO É QUANDO HÁ DOIS LADOS IGUAIS, NO CASO, MAIS DE 75% DO POVO BRASILEIRO QUER SALVAR SUA PÁTRA MADA, BRASIL, DOS ESCARLATES!

Joilson Gouveia*


Instando, aos meus quase cem leitores, as devidas, adequadas, merecidas e justas escusas, para transcrever o texto de um dos mais cultos, exímios, preparados e inteligentes arautos, useiro e vezeiro da verve de esquerdistas de esquerda e à esquerda, um direito-humanista confesso, coletivista, igualitarista e progressista – uma evolução nominal de escamoteados ou dissimulados, sonsos, matreiros e falsos amorosos, bondosos e tolerantes aos que se lhes são contrários, opostos, antagônicos, díspares ou diferentes, também aos alheios, diferentes e neutros às suas ideias, ideais e ideologias comunistas/socialistas/marxistas/stalinistas/leninistas/trotskistas ou gramscistas e Fabianistas, que superaram aos primeiros (que buscavam à luta armada) preferindo à hegemonia [das ideias dominantes] sorrateira, tenaz e paulatina do pensamento-crítico, que vem sendo pregado e apregoado desde uns dez ou doze lustros: esqueçam as armas e os quartéis; ocupemos escolas, universidades, igrejas e repartições públicas dos Três Poderes democráticos e republicanos das democracias: “a democracia é estrada segura aos (“progressistas”) comunistas/socialistas” – há mais sobre o tema em nosso blog – mas vejamos o assestado pelo perlustrado blogueiro humanista e arauto escarlate:
·Eu acredito que essa polarização está na grande mídia, principalmente, mas não na sociedade brasileira.
·Há divisões várias entre nós, muito evidentemente, e que afloram principalmente nesses tempos de redes sociais, em que uma frase define alguém ou um campo político de forma “absoluta”.
·Bobagem.
·O embate mais ‘momentoso’ é o que acontece entre os seguidores de Bolsonaro – que podem até se somar aos que “odeiam” Lula – e os “comunistas” (todos os demais), na definição de uma parcela significativa dessa tropa”. (Sic.)
- Ora, o ódio é um dogma de Lênin: Precisamos odiar. O ódio é a base do comunismo. As crianças devem ser ensinadas a odiar seus pais se eles não são comunistas” – Lênin. https://www.pensador.com/frase/MTQ4MjE5Nw/– Na íntegra in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/10/seriam-tais-haters-os-socialistas.html. Aliás, “imputar ao outro aquilo que pratica e o que és”, também é outro dogma leninista. Nojo, asco, aversão ou abominação aos crimes e ao contumaz criminoso talvez seja o sentimento ao “presodenciável inocentO e alma mais ONESTA”; ou oprobriosa vergonha em ver alguns ditos intelectuais inteligentes em sua defesa! Um sujeito que tudo deLLe é dos outros, até a candidatura! Outra: por que Rui Falcão só expulsou [da ORCRIM, segundo a mídia nacional] o Delcídio Amaral e Antonio Palocci?
·Talvez estejamos mesmo à frente de um conflito, mas que vai além: sobre qual o caminho civilizatório a tomar.
· É verdade que a agenda preferencial de Bolsonaro é de direita (extrema) em qualquer lugar do mundo. Acho, inclusive, que o fato de que a turma que defende os seus valores como um credo tenha se mostrado é bom para o país, por mais arriscado que possa parecer para muitos. Ele representa fortemente um lado, mas o outro não é feito de grupos que pensam igualmente, embora discordantes todos do seu ideário”. (Sic.)
Seria hilário senão risível, caricato, descomunal e desprezível falar em conflito, violência, virulência ou extremismo dos “extremistas-direitistas-bolsonaristas”, que mais têm sido vítimas dos tolerantes, amorosos, pacatos, urbanos e gentishumanistas”: agressões, cusparadas, defecadas, urinadas, pedradas, depredações, queimadas, ovadas, purpurinadas e até facada... (que lamentaram não ter sido fatal!) Pasmem! Como são bonzinhos; não!?
·Fato concreto: nós também somos isso – como povo.
·Machismo, preconceito racial, homofobia, tudo isso faz parte do pacote que nos forma como nação heterogênea e nem sempre pacífica – os números não mentem -, apesar de tantos de nós rejeitarem esses sentimentos pouco elevados.
·Se, por outro lado, queremos continuar assim ou até fazer deste o comportamento oficial brasileiro, que tudo aconteça às claras, sem a hipocrisia de cada dia”.
Mais às claras do que tem sido, filmado, gravado, registrado, preso e autuado, mas a “imprensa canalha”[Millôr] os chamam de suspeitos – elementos que trocaram tiros com a polícia; ou pegos com toneladas de drogas ou até mesmo de “lobo solitário” e de “estúpido fanático” um assassino de aluguel – fale-nos da bancada de adEvogados, do “pobre doido”!? – A dona da pensão morreu, na qual esteve hospedado, com tudo pago “pelo desempregado”; sabiam?
·Ao estabelecermos a atual eleição presidencial como resultado da polarização entre direita e esquerda, estamos reduzindo a pouco, quase nada, os conflitos latentes da nossa sociedade, que só se manifestam, em regra, nos momentos de maior tensão emocional”. (Sic.)
·E mais: estaremos também condenando os que não têm chance de entender – dialeticamente – que um país não precisa de mártires e/ou de heróis a assumirem uma condição que desconhecem e com a qual não têm qualquer intimidade”. (Sic.)
Polarização” descabida, inaceitável e inimaginável sob todos ângulos, aspectos e prismas: “pior que um governo corruPTo é o cidadão honesto que o defende”, e o pior: uma ínfima parcela pretende vê-lo de volta! Inclusive, já havíamos assestado isso, em seu Blog, a saber: “Como é que é: “Os dois casos, cada um a seu modo, devem nos alertar para o caminho que estamos trilhando, não deixando que a violência se naturalize ainda mais no Brasil e/ou em Alagoas”? Ora, então, responde-nos, “Peninha”: Por que só há vítimas da direita, se há virulências e radicalismos e violentos naturalizados, “dos dois lados”? A ver: http://gouveiacel.blogspot.com/2018/09/jair-messias-o-mito-x-lobo-bando-de.html
·Há pouca paciência para pensar e nenhuma para ouvir – e isso vai muito além de uma questão ideológica, como propaga uma parcela da mídia, preguiçosa e, às vezes, até desonesta. Espalha o medo e divide a sociedade como a uma pizza de dois sabores – e só dois sabores.
·“Exige-se muito mais de nós brasileiros, na atual disputa, do que decidir quem é contra ou a favor da liberação do porte de armas (eu sou contra), um símbolo do debate “político e existencial” de vigorosos militantes.
·Já os que vivem identificando fascistas e comunistas entre todos os discordantes precisam ampliar o grau das lentes com as quais enxergam o mundo: temos uma diversidade de mais de sete bilhões de indivíduos – como nos ensina a ciência”. (Sic.)
Liberalização da posse – não do porte – como fora decidido no plebiscito, e não respeitado e cumprido pelo governo de então – embora a todos sejam facultado ter suas armas pelo ED, que somente desarmou ao cidadão e à cidadã de BEM – os excluídos sociais estão muito bem armados “socializando a riqueza”, diuturnamente, como lecionado pelas philopheas uspianas; não cometa tamanha obscenidade e desbragada irresponsabilidade ou desserviço: o estado não pode nem deve tolher o direito de autodefesa de seus cidadãos e cidadãs, mormente por não garantir, proporcionar, assegurar e prestar uma segurança púbica o mínimo condizente à incolumidade do sujeito e da integridade física e da própria vida do cidadão ou cidadã, que sequer tem tido uma segunda chance nas mãos dos meliantes infanto-juvenis tutelados pelo ECA e parlamentares humanistas!
Ah! E essa coisa de fascistas é típica de comunistas: rotularem e adjetivarem aos contrários! Esqueçamos dos 7 bilhões uma vez que mal cuidamos dos 210 de milhões de brasileiros e de brasileiras, mormente dos mais de 12,5 milhões de desempregados demitidos no último triênio, todos nós ameaçados e na iminência de uma “cubanização” ou “venezuelização”!
·Esse reducionismo midiático cabe bem para os que ainda vivem a dicotomia da Guerra Fria, nesses tempos quentes. Dá até para vender noticiário, ralo e sem consistência, mas não nos leva a lugar nenhum.
·O convívio democrático é o convívio dos contrários, não dos iguais. Respeito é a palavra chave, e para quem o ignora, a lei.
Ora, ora, a lei!? Essa diz claramente que um ficha-suja não pode nem deve participar de um pleito, e o que é que a mídia diz, faz e desfaz?
Retórica falaz, loquaz, mendaz e mordaz de uma novilíngua orwelliana: humanistas, coletivistas, igualitaristas querem que sejamos todos iguais, não só em pensamento-crítico, inclusive em gênero – como se fora possível – e jamais respeitarem à menor e mais mínima das minorias de um povo, sociedade ou comunidade: o indivíduo!
Para leitura, e reflexão, aos que conseguem ler e interpretar o mais mínimo texto: "Você percebe que um país está falido moralmente quando a candidatura de um militar a presidência assusta, e a de um presidiário não". Ou: "O idiota útil, por definição, é idiota demais para saber que é útil e quem o utiliza" - Olavo de Carvalho. Temos dito, repetido, reiterado e replicado: “Vê-se às escâncaras, destarte, aquilo que já assestara Thomas Sowell: “É incrível quanto pânico um homem honesto pode causar em uma multidão de hipócritas”. Sem descurar do averbado pela Águia de Haia ao vaticinar: “A pior ditadura é a ditadura do Poder Judiciário. Contra ela, não há a quem recorrer”. – Na íntegra in https://gouveiacel.blogspot.com/2017/03/onde-imprensa-e-livre-e-todo-homem-e.html. E relembra a Águia de Haia, a saber:
De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto. Essa foi a obra da República nos últimos anos”. Isso dizia Ruy Barbosa no Senado da República, em 17 de dezembro de 1912”. (sic.) – Destaquei. – Na íntegra in https://gouveiacel.blogspot.com/2016/08/dois-lustros-para-uma-mera-decisao.html
Enfim, encerro com Guilherme Fiuza: “O politicamente correto continua sendo o melhor disfarce para o intelectualmente estúpido”, mormente quando uma ínfima parte ou parcela de um subliterato povo parece preferir ao presidiário em detrimento do probo, honrado e incorruPTível parlamentar, só por ser militar da reserva remunerada, na patente e posto de capitão do exército brasileiro, e uma das maiores senão a maior reserva moral parlamentar, defensor da lei, da ordem, dos bons costumes, da família e de Deus.
Abr
P.S.: continuo a nadar nas lágrimas das carpideiras escarlates! 😀 🙂 😉
#EleSim #Jair17 #Bolsonaro2018 #SomosTodosBolsonaro
Por enquanto, é isso!
Abr
*JG

quarta-feira, 19 de setembro de 2018

É BOM JÁ IR SE ACOSTUMANDO E ACEITANDO: O POVO JÁ SE DECIDIU; 17 NELLES!

Joilson Gouveia*


Meus diletos analistas ou entusiasmados “torcedores pessoais”, permitam-me umas simples indagações: a) Onde a diferença entre PSDB e PT ou MDB (ex-PMDB) e demais “partidos” de esquerdistas de esquerda e à esquerda? b) O beltrano, fulano ou cicrano, de um dos referidos “partidos”, somente seguirá às “orientações programáticas, pragmáticas e ideológicas” de cada um de seus respectivos “partidos”; ou não? c) eleições, SEM votos impressos ou em cédulas de papel, em flagrante descumprimento da LEI, nada mudará e “tudo será como antes no quartel de Abrantes”!
A ver: 1) https://gouveiacel.blogspot.com/2018/09/reitere-se-ou-voto-impresso-ou-em.html, e; 2) https://gouveiacel.blogspot.com/2018/02/mais-suja-que-o-vil-estelionato.html. d) ora, assestar que “Inegavelmente, Bolsonaro está caracterizado como o mais antipetista – papel que já foi do PSDB – entre todos os postulantes à presidência da República, representando uma fatia considerável do eleitorado”, é tentar lograr ao eleitorado de duas formas, maneiras ou modos:
·       1) o referido partido jamais fora “antipetista” ou qualquer coisa parecida: ambos (PT&PSDB) são lâminas da mesmíssima tesoura escarlate de sempre;
·        2) Bolsonaro, pelo contrário, sempre foi a única, isolada, solitária, real, verdadeira e veraz oposição a todos os esquerdistas de esquerda e à esquerda, embora tenha integrado a alguns sesses partidos, haja vista inexistir partido direitista de direita e à direita ou conservador, oficialmente registrado e inscrito, no TSE!
e) em verdade - sempre omitida, esquecida, olvidada e quase nunca comentada pela maioria da mídia e da imensa “imprensa canalha”[Millôr]-, é que os acadêmicos, preparadíssimos e humanistas [no Poder desde a debacle redemocratização] levaram o Brasil à bancarrota e o legado de mais de 12,5 milhões de desempregados e demitidos, no último triênio, PIB humilhante vergonhoso e catastrófico IDH, de 79º lugar, dentre 168 países. Aliás, embora se enalteça a “um teve formação no mundo acadêmico e político; o outro, nos quartéis e na atividade política” – e tente-se denigrir, detratar, diminuir, reprochar, desdenhar, espezinhar e menoscabar à formação castrense ilibada, disciplinada, serena, decente, honesta e honrada de quem sequer consegue-se chama-lo de corruPTo, embora o adjetivem de tudo: “misógino, xenófobo, homofóbico, racista e propagador do ódio e da violência e quejandos outros”; o qual jamais agrediu, ofendeu ou feriu a nenhum de seus “adversários”, mas fora vaiado, cuspido, agredido com ovos e purpurinas e até esfaqueado por tolerantes, amorosos e generosos esquerdistas, humanistas, coletivistas, igualitaristas; e jamais reagiu. É fato!
Porém, urge destacar que até o mais esquerdista dos esquerdistas de esquerda e à esquerda reconheceu, admitiu e confessou, destaque-se as “Palavras do Presidente dos USA – OBAMA saudando aos seus heróis americanos – extraídas da Internet:
·         “…É graças aos militares e não aos sacerdotes, que podemos ter a religião que desejamos…
·         É graças aos militares e não aos jornalistas, que temos liberdade de imprensa…
·         É graças aos militares e não aos poetas, que podemos falar em público…
·         É graças aos militares e não aos professores, que existe liberdade de ensino…
·         É graças aos militares e não aos advogados, que existe o direito a um julgamento justo…
·        E é graças aos militares e não aos políticos, que podemos votar…”.
Daí já termos postado o seguinte:
·         "Peninha", meu prezado, predileto e preclaro "Peninha"!
·         Sua paixão está derruindo sua razão, é de dar dó e muita peninha, “Peninha”!
·    Ora, desde 2016 que esse seu "amado" ídolo, que chamas de “mito” que virou “mártir” por ser um “perseguido” pela Justiça e Ministério Público e Polícia Federais - para mim, um reles mitomaníaco - não transfere nada mais que suas próprias desgraças e derrotas, seja política ou jurídica: não fez edil o próprio rebento, e no seu habitat e próprio covil; antro da jararaca escarlate: São Bernardo do Campo/SP!
·   Urge relembrar: apenas, só e somente só, numa única capital, das 27 existentes, fez o alcaide: Rio Branco/Acre; que está afastado e sendo processado tal e qual o preso/condenado/presidiário e INELEGÍVEL.
·         Aliás, seu "vice" presidencial, ora titular, que, também, está sofrendo impugnação pelo MP/SP: “pai do Kit-Gay e do Bolsa-Crack”, que quer reformular o kit; da ciclovia que liga nada a lugar nenhum e a mais cara do mundo, que deixou nossa educação mais baixa que rabo de cavalos, asnos e burros.
·   Inclusive, em todas as eleições suplementares recentes, os resultados foram mais que desairosos, degradantes e deprimentes: Amazonas, Piauí e Tocantins; os apoiados pelo presidiário, amargaram fragorosas derrotas...
·     Enfim, somente uma esperança: outro estelionato eleitoral igual ou pior que o havido em 2014, e se o Dias, mais uma vez e novamente, cumprir o assestado por Josef Stalin: “voto nada decide; quem conta os votos decide tudo”!
·     Fora disso; estão e estarão fora: “adeus, queridos”!
·     É bom, é muito bom mesmo, “JÁ IR se acostumando”, e aceitando – como falam os que já experimentaram: vai doer bem menos; aceita, “relaxa e goza”! – Da Marta, outra em suplício e quase morta, política e eleitoralmente!
Enfim, se querem verdadeiras mudanças, práticas, concretas e reais, para evitar que "tudo fique do mesmo jeito que tem sido", que perdurará mormente enquanto as eleições forem nessas "eletrônicas digitais urnas seguras" e SEM a impressão do voto ou em cédulas de papel, exijamos o que determina a LEI, sobretudo com apuração transparente, clara, aberta, ostensiva e pública; claro!
Fora disso, teremos o seis no lugar da meia-dúzia e vice-versa e a mesmíssima tesoura escarlate de sempre!
Abr
*JG
P.S.: Para mudar: #EleSim #Bolsonaro17 #ForçaCapitão



REITERE-SE: OU VOTO IMPRESSO OU EM CÉDULAS DE PAPEL; APURAÇÃO PÚBLICA, OSTENSIVA, CLARA E TRANSPARENTE, JÁ!

Joilson Gouveia*


Já houve quem dissesse, e ainda há quem o diga e reitere ou replique, que a “constituição é aquilo que o supremo decide e diz que é ou o que vale”, o que somente seria viável, aceitável e veraz se nossa “Carta Cidadã” estivesse escrita numa língua própria, idioma específico e vernáculo estranho ou desconhecido dos demais nacionais e diverso, díspar e diferente da língua portuguesa-brasileira! Daí, e bem por isso, termos dito, a saber:
Ora, se a nossa Lei Maior, que deveria – e deverá - ser o norte jurídico de todas as demais leis complementares, ordinárias e de todo nosso arcabouço jurídico-positivo porquanto ser ou pretender ser um Estado Democrático, Humanitário e de Direito, aquele jungido, subsumido e submetido aos liames do Império da Legalidade, não pode nem deve ser refém de onze notáveis cabeças pensantes, que deveriam atuar como paladinos defensores e guardiões dela, e não como seus algozes, mormente quando um luminoso iluminado diz ser inconstitucional a lei do voto impresso e os demais poderes republicanos-democráticos se calam, se omitem ou se alheiam ao legítimo poder soberano do povo quanto ao seu lídimo direito de sufragar e de saber, com obviedade, publicidade, transparência, clareza, certeza e convicção de que sua manifestada vontade foi e será respeitada, e, sobretudo, aferida, conferida, atestada e comprovada ou auditada, caso seja impugnada, o que sabemos ser impossível qualquer aferição, constatação e comprovação, tal e qual ocorrera no último oprobrioso, desbragado e inescrupuloso ou criminoso estelionato eleitoral de 2014; onde quem contou os votos decidiu pela chapa vitoriosa, cuja frustração popular se manifesta nas fotos e fatos das festas de posse e assunção de 2011 e 2015 – a ver ao final deste.
Lamentável, inaceitável, triste e temerária a situação de uma nação, de mais de 210 milhões de cidadãos e cidadãs e mais de 147 milhões de eleitores, subjugada ao livre talante, tirocínio, raciocínio, saber e sabedoria de apenas onze notáveis perleúdos intérpretes da Lei Maior, os quais são enxovalhados, escrachados e pechados de “alta corte totalmente acovardada” por quem os ascendeu e os nomeou aos ditos cargos por estar certo e convicto de que “O poder judiciário não vale nada. O que vale são as relações entre as pessoas”, como já havíamos assestado, a saber:
·         “Enfim, sua maior “aposta” e esperança de todos os finórios é a bazófia, bravata e prosápia do fanfarrão que se diz “jararaca” ao esbravejar, a saber: O Poder Judiciário não vale nada. O que vale são as relações entre as pessoas”. – ver abaixo, em nosso Blog, in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/03/mens-legis-versus-mens-legislatoris.html.
·         Em verdade, espero que a Ministra e Presidente do STF, Carmem Lúcia não olvide suas próprias palavras e esteja convicta, ciosa e correta http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/01/o-crime-nao-vencera-justica-nem-os.html e derrua ao aforismo de que “o crime compensa”, ainda que tenha recompensado e, sobretudo, recompensado com polpudas indenizações aos condenados reclusos e sentenciados pela própria Justiça, mas ateste, prove e comprove que nossas mais altas cortes não estão “totalmente acovardadas”! – Na íntegra in https://gouveiacel.blogspot.com/2017/03/a-noite-todos-os-gatos-sao-pardos-mas-o.html
Urge, pois, atentar e aqui reiterar o que temos dito, repetido, reiterado e reiterado sobre eleições e votos impressos, a saber:
Enfim, insto aos meus quase cem leitores acessarem e assistirem aos seguintes vídeos:
a) https://www.youtube.com/watch?v=a-lEqRMmwkk - votos podem ser alterados?
b) https://www.youtube.com/watch?v=s_I8giFUaG0 - promotor pugna pelo voto impresso!
c) https://www.youtube.com/watch?v=8fDfvwpDor4&feature=youtu.be – questiona a segurança do sistema programado!
Por que confiar, e para que tanta pressa e açodamento na apuração do resultado dos destinos da nação, nessas “invioláveis, invulneráveis, seguras e confiáveis urnas digitais eletrônicas, da venezuelana Smartmatic, de George Soros”, quando os demais países e democracias as rejeitaram? O que há de inconstitucional da impressão de votos e numa Lei aprovada, promulgada e sancionada pelo lídimo Poder legífero e legiferante?
Abr
*JG