quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

INTENTAM MATAR A DOIS COELHOS DE UMA SÓ CAJADADA

Joilson Gouveia*


I- Preâmbulo. Instando, aos meus quase cem leitores e aos demais que a este virem, para atentarem à realidade dos fatos, após leitura, de que “nossa querida Pátria Amada Brasil”, desde a “reabertura política, anistia e debacle redemocratização” que pôs termo, cabo e fim ao vigente Regime Constitucional Marcial Castrense Federalizado – que deveria ter durado por 180 dias, no máximo, para novas eleições gerais, mas os esquerdistas de esquerda e à esquerda foram às armas de “guerras e guerrilhas rurais e urbanas”, o que fez o regime marcial castrense durar por 21 anos, “quando fomos e éramos felizes”:
- De lembrar que, esse período de crescimento e desenvolvimento econômico e social, foi pejorativamente apelidado de “ditadura-militar”, mormente pelos “ex” presos-políticos e autos-exilados evadidos temendo responderem pelos brutais assassinatos, assaltos, crimes de terrorismo, insubmissão ou subversão da Lei e da Ordem, sequestros e atentados a bombas e explosivos, cujas vítimas a caolha, míope, estrábica ou zarolha Comissão Nacional da Verdade - CNV, sequer contabilizou as centenas de vítimas desses “anistiados”, que alçaram ao Poder, ultrajaram nossa Pátria, tornando-nos reféns da Tesoura-Escarlate, que ainda tem suas lâminas afiadíssimas e estão no Poder: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2017/10/uma-nacao-de-mais-de-210-milhoes-de.html, ao qual ascenderam pelos sub-reptícios, dissimulados, sorrateiros e subliminares métodos gramscistas e Fabianistas numa quase hegemônica política escarlate (35 partidos de matizes encarnadas), e não mais de luta armada!
II- A recrudescente “onda conservadora intervencionista”. Graças ao mensalão e PTrolão desvendados pela Força Tarefa da “república de Curitiba” de intrépidos, determinados e destemidos procuradores federais e estaduais, sobretudo em diversas operações policiais federais, mormente a Lava-Jato, inclusive era um dos três pilares fundamentais da brilhante denúncia de da aguerrida, culta, coerente, bela e inteligente professora Janaína Paschoal [que o colhudo Eduardo Cunha o desconsiderou, a despeito de aceitar os outros dois, que culminou na “queda sem coice”, como urdiram os dois ex-presidentes do STF e do Senado de então, ao estuprarem nossa CF/88], tudo isso fez despertar uma conservadora corrente de intervencionistas – enquetes das principais News deram 84,7% de aprovação de uma INTERVENÇÃO CONSTITUCIONAL MARCIAL CASTRENSE FEDERALIZADA – deixando em polvorosa os integrantes da tesoura-escarlate, ainda no Poder.
Isto posto, visto e acompanhado por eLLes e por espertos “especialistas, sociólogos, comentaristas, policiólogos”, especialmente exímios “agentes-de-transformação-social” incrustrados nas principais redes televisas, formadores da “opinião-pública” (antiga imprensa-livre), os sagazes, argutos e mordazes escarlates optaram por um arremedo, rascunho e esboço tíbio de uma intervenção federal militar no Rio, passando a ideia de que há uma, de fato e de direito, mas sem melindrar, incomodar, molestar ou ferir seus principais aliados, nem aprovar, autorizar e liberar à Lei do Abate; claro!
Notem bem: os tais “agentes-de transformação-social” silenciam, omitem e jamais citam, comentam e falam sobre o famigerado, inescrupuloso e criminoso “foro de São Paulo/1990” nem sobre o “Pacto de Princeton/1993”, quando os governos de então firmaram alianças com as FARC’s, sustentadas pelo narcotráfico e tráfico de armas – lembram dos ataques do PCC, em São Paulo? E dos havidos no RJ, pelo CV? Os mais recentes da FDN, no Amazonas? (As facções criadas, instruídas, preparadas, adestradas e organizadas pelos intelectuais esquerdistas de esquerda e à esquerda, então presos na Ilha Grande; a ver: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2018/02/por-que-oab-e-segmentos-das-news-trata.html) – que se viram ameaçadas em seu lucrativo e rentável “comércio de drogas” [não é à toa que aquele professor de Sorbonne fabianista intenta legalizar a maconha] o qual uma imensa gama de celebridades, famosidades, atores, atrizes e artistas sustentados pela Rouanet os mantém, enquanto vorazes consumidores.
Aliás, só o tráfico de cocaína recrudesceu em mais de 150%, no “governo da InocentA” expurgada, defenestrada e derribada do Poder.
Ademais, assombrados, assustados e temerosos com os avanços de pensamentos conservadores direitistas de direita e à direita, malgrado inexistir nenhum partido desse jaez, naipe e matiz, mas o recrudescimento vertiginoso de um parlamentar com tais características, ideias e propósitos, eis que tentam “matar a dois coelhos de uma só cajadada”: fingir atender aos mais de 84,7% dos intervencionistas amenizando seu o clamor popular intervencionista e tentar recuperar a desgastada imagem do “golpista ilegítimo” – como tratado por seus antigos/recentes aliados, que já firmaram novas alianças em pelo menos seis Estados-Membros da Federação -, para enfrentar o fenômeno das redes sociais “Bolsomito”, aduzindo ser inconstitucional o VOTO IMPRESSO, ainda que legal, sobretudo manter refém o povo pacato e controlar ou apaziguar os entusiasmado ânimos e o espírito de corpo das casernas.
Com efeito, em assim sendo e sendo assim, afastando o comunista da pasta da Defesa Interna (nomeando uma general de 4 estrelas da R/R), mas o nomeando ao neo ministério da Segurança Pública, subordinando ao dito todas as policias militares e bombeiros militares, polícias civis estaduais, federal e rodoviária, principalmente a anômala, esdrúxula, imoral, ilícita, ilegal e inconstitucional Força Nacional de Segurança Pública, tentando legitimar sua “guarda pretoriana escarlate” aos moldes de Nicolás maduro, na Venezuela, num possível e eventual equilíbrio de forças ou contingentes armados.
III – Epílogo. Demais disso, notem quantas instituições, órgãos e defensorias públicas, entidades políticas e ONG’s estão preocupadíssimas com os “direitos civis, individuais, políticos e fundamentais dos aliados” de desgovernos estadual e federal, mormente com a integridade e incolumidade física, moral e psicológica dos traficantes e dos “moradores da comunidade”, que sequer podem ser “vitimas” de uma arbitrariedade de “mandado de busca e apreensão coletivo”, inclusive usado na “favela da maré” – ver vídeo ao final!
Já dissemos que não houve nem há INTERVENÇÃO MARCIAL CASTRENSE FEDERAL, no Estado do Rio Janeiro, pois, trata-se apenas mais Operação de Garantia da Lei e da OrdemG.L.O., dentre tantas havidas desde 1992.
Leiam mais aqui sobre a atual G.L.O:
Reitere-se:
Militares TIRAM fotos; meliantes, bandidos, marginais e traficantes TIRAM vidas!
Os militares tiram fotos dos moradores das “comunidades” e OAB, Defensores Públicos Estaduais, Núcleos de DDHH e ONG’s dizem-se CONTRA, enquanto silenciam aos que TIRAM vidas, liberdades e direitos desses mesmos “moradores” reféns de seus tutelados tidos como excluídos sociais e coitadinhos sem oportunidade e vítimas da Sociedade!
Sugestão: que tal essas tais entidades, instituições, órgãos e especialistas, comentaristas, sociólogos e quejandos juntamente com os globais subirem às “comunidades” portando Constituições, Códigos, Declarações da ONU, bandeiras e roupas brancas, velas e sons de IMAGINE, de John Lenon, para “exigirem” (ou os convencerem) de seus tutelados a DEPOSIÇÃO de suas armas leves, pesadas e de uso restrito?
Ao tempo em que deverão orientá-los sobre seus Direitos e Garantias Fundamentais Constitucionais e Processuais e dos eventuais crimes que se lhes poderão ser imputados caso desobedeçam e descumpram às leis Penais, não seria um inestimável serviço à Nação?
Abr
*JG
P.S.: Veja, sobre mandado de busca e apreensão coletivo, aqui https://www.youtube.com/watch?v=9ROur5a-yes









Nenhum comentário:

Postar um comentário