terça-feira, 11 de outubro de 2016

CATILINÁRIAS DE CARPIDEIRAS ESCARLATES

Joilson Gouveia*

Os indefectíveis, inocentes e imaculados comunapetralhistas, desde a defenestração do “PUDER”, com a CASSAÇÃO: “queda, sem coice” urdida pelos dois “presidentes”, que amalgamaram meia-sanção ou metade da pena “imposta” à presidentA-afastada; com anuência, complacência e benevolência generosa, chorosa e atoleimada de uns piedosos senadores consternados, na condenação do Processo de Impeachment.
Foi processada, julgada, condenada e CASSADA (todos vimos), mas mantiveram os direitos civis e políticos da CONDENADA, numa amolgável afronta ao P. Ú, do Art. 52, da CF/88, sobretudo depois de expurgados nas urnas, viraram carpideiras escarlates ou aves de mau-agouro às medidas, decisões, projetos e programas do atual presidente, que eLLes mesmo elegeram, como o VICE deLLa, e por duas vezes consecutivas, o qual passou a ser o próprio demônio destruidor do Brasil, que tem sofrido catilinárias de todos os lamuriosos escarlates, mormente de “jornalistas” e bloguistas colorados, senão vejamos, a saber:
  • Brasília – A reforma do Estado, que está sendo conduzida na primeira fase pela Câmara e na segunda fase no Senado, é uma ousadia e como toda ousadia pode ter um preço.
  • Ou não.
  • O Estado está sendo desmontado pela base, evidentemente, e os efeitos deletérios vão atingir a todos, exceto a parte lá do andar de cima da pirâmide.
  • A reforma do Estado proposta atinge a saúde pública, que já é o caos que se conhece, e a educação cuja estrutura montada nos governos do Lula e da Dilma vai ser desmontada a golpes duros.
  • Vem aí a reforma da educação, que está embutida nessa reforma do Estado com a aprovação da Proposta de Emenda Constitucional ou simplesmente PEC 241. Trata-se de ousadia, sem dúvida.

- Ousadia maior, oprobriosa, inescrupulosa, desbragada e criminosa, foi o que fizeram no mensalão, PTrolão, ZelotÃo, CARFão, Postallisão, Fundos de Pensão, consignadosÃO etc. etc. e outros mais que virão, como o BNEDSão. Ou não?
- O Estado está sendo desaparelhado dos arraigados, incrustrados e comissionados apaniguados nas hostes dos Três Poderes, defenestrando da descomunal, imensurável e gigantesca “máquina administrativa” de seus mais de 600 mil bacorinhos sugadores das “tetas da viúva”.
- A “Saúde Pública, que já é o caos que se conhece” é fruto deLLa (e de “seu criador”) que preferiu “investir” no ardiloso desvio de divisas, riquezas, tesouro e Erário no “programa maus médicos, má saúde”, onde os escravos auferem apenas um terço de seus subsídios e dois terços vão para o “democrata cubano”.
- A Educação, da “pátria educadora”, é a causa e todos os péssimos índices obtidos pelo Brasil, nos últimos catorze anos, como digo no nosso modesto Blog: ver todos os textos sobre escola-livre e este, a saber:
  • “É o fim, o fito, o desiderato e a meta da "pátria educadora", aquela na qual seus estudantes aprenderam muito mais a invadir, depredar, ocupardesrespeitar, peitar, cuspir, urinar, defecar e desnudar em vias públicas aos berros insanos, histéricos e entorpecidos! Pensar que é bom, nem pensar!
  • Mostre-nos os índices obtidos pelo Brasil, nesses catorze anos de "pátria educadora"!
  • Na verdade, era eLLa que apregoava a "deforma" do ensino médio; lembras?” – ver mais in http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/10/essa-tesoura-nao-cortara-mais-que-ja.html

- E, diz mais ainda, em suas lamuriosas catilinárias agourentas, a saber:
  •      Será que quando a população descobrir que a reforma do Estado, que está em curso, vai restringir os concursos públicos e investi na terceirização da mão-de-obra no serviço público haverá reação das ruas?
  •      Será que a cultura nacional que elegeu o concurso público como o sonho de consumo vai se enquadrar à nova realidade contrária à expansão do emprego público?
  •        Resta torcer para que as vozes das ruas não façam ruir a pinguela frágil com que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso definiu o governo Temer. Tomara que não.
  •      Porque a PEC 241 é o “Ato Institucional nº 5” com o qual o governo Temer pretende manter a pinguela frágil intacta. Tomara que consiga.

- A população já descobriu, e o último pleito eleitoral confirmou, demonstrou, comprovou e ultimou o FIM dos escarlates, exceção ao Rio Branco, no Acre. Aliás, os mais de doze milhões de desempregados gerados por eLLa, só no último biênio de seu desastroso, catastrófico e desidioso desgoverno, auguram, desejam, torcem, esperam e anelam por reconquistarem seus empregos, trabalhos e rendas, nem que sejam terceirizados. O Estado não pode ne deve ser a “teta da viúva”; nunca mais!
- Enfim, as vozes das ruas ecoaram nas urnas, ainda que a abstenção, nulos e brancos tenham sido os campeões de votos, o que demonstram o imensurável número de cidadãos e de cidadãs que, também, haviam lhes dito um alto, forte, fragoroso e retumbante NÃO, quando fomos vítimas do maior ESTELIONATO ELEITORAL; “onde fizeram o diabo para não perder”: “ganharam; mas não venceram”! – Reitero o que já havíamos, dito, repetido e reiterado.
Abr
*JG

P.S.: que prazer incomensurável ler, saber, ouvir e assistir às lamúrias, lamentos e choros das carpideiras escarlates! :) :D 

Nenhum comentário:

Postar um comentário