sábado, 21 de maio de 2022

IMBECIS E IDIOTAS APENAS OS MESMOS OU SÓ OS PRÓPRIOS

Joilson Gouveia*

· A democracia surgiu quando, devido ao fato de que todos são iguais em certo sentido, acreditou-se que todos fossem absolutamente iguais entre si”. Aristóteles.
"O juiz não é nomeado para fazer favores com a justiça, mas para julgar segundo as leis”. Platão;
A maior desgraça da democracia, é que ela traz à tona a força numérica dos idiotas, que são a maioria da humanidade”. Nelson Rodrigues.

Teria a frase acima, de Nelson Rodrigues, inspirado ao perene, permanente, vitalício ou eterno presidente do “natimorto inquérito-do-fim-do-mundo”, conforme Marco Aurélio de Mello, ex-ministro de “uma suprema corte totalmente acovardada” – LILS.; será?

Eis, pois, que o dito cujo iluminado ativista togado, que se acha, pensa e se vê, crê ou se enxerga como um ser supremo, assestou (com uma impostura imponente, nababesca, alçada ou arrogante empáfia, soberba e embófia ou uma pompa e/ou patranha enfatuada típica de useiros e vezeiros da verve escarlate, prestidigitadores, embusteiros ou de bravateiros) num solene evento de magistrados e juízes ou operadores do direito - olvidando Platão -, que a “Internet teria dado voz aos imbecis (Sic.)

O mais triste, lamentável ou o que é pior: sem citar o autor da frase – o que seria ou é-o nada mais que um suposto, eventual e aparente, flagrante ou patente plágio (de obra) ou paródia e, no caso, de frase atribuída a Umberto Eco - ou aos “idiotas (segundo Leandro Karnal) ao que adito eu: inclusive aos próprios – pois, graças à Internet, ficamos sabendo (nós todos, os imbecis) o que dizem os outros ou os mesmos: “liberdade de pensamento, de expressão, de opinião ou livre manifestação individual, pessoal e voluntária da vontade ou do pensamento” só os mesmos têm-nas; como vimos de ver e a saber:

a)A Internet deu voz à uma legião de imbecis... E eles descobriram que são maioria”. Daniel Rosa;

b)A internet deu voz a uma legião de imbecís” - Umberto Eco;

c)A Internet deu voz aos idiotas” - Leandro Karnal.

Ora, imbecis e idiotascomo nós – não podemos nem devemos ter voz na Internet (segundo os mesmos ou os próprios) pois, só e somente, tão-só, apenas, restrita, privativa e exclusivamente eLLesque não são idiotas nem imbecis – é que poderiam ter, podem e têm voz, fala, opinião, aparência, espaço ou vez, oportunidade e visibilidade ou notoriedade e publicidade enquanto impávidos paladinos e ascetas prístinos ou iluminados senhores donos da verdade.

Aliás, já dissemos: a verdade é vermelha; a saber: https://gouveiacel.blogspot.com/2017/10/uma-cinica-apologia-censura-e-silencio.html Ao ensejo, urge relembrar a usual, contumaz, costumeira, corriqueira e rotineira ou ordinária verve escarlate leninista: “acuse-os do que és e xingue-os do que praticas” – Wladimir Lênin. 

Enfim, podemos inferir, deduzir e concluir que, segundo os mesmos, na Internet não pode nem deve haver mais nenhum imbecil ou idiota que não os próprios ou os mesmos; ou não?

Abr

JG*

P.S.: Aditamento- malgrado ainda trate-o indevidamente por senhor ao dito iluminado ativista togado - um plagiador de obras, falas e pensamentos alheios ou dos outros - declarado escarlate tirano, carrasco e verdugo assassino das liberdades e direitos-garantias individuais ou fundamentais; oprobrioso déspota ou inescrupuloso traidor da pátria conquanto traidor da própria carta cidadã, sobretudo de "suas supostas obras"! Já ousei discorrer sobre esses esdrúxulos, anômalos, obtusos, obscuros, abstrusos, abusivos e abusados ou arbitrários suseranos togados! JG*

segunda-feira, 16 de maio de 2022

POVO PROTAGONISTA, QUE DEIXA DE SER PLATEIA, É POVO CRUEL!

Joilson Gouveia*

O texto abaixo foi digitado e, talvez, postado num webjornal caetés, em resposta ao artigo de um caro, longevo, vetusto e veterano acadêmico dos idos de UFAL, que via uma certa maldade ou vê crueldade no povo ignaro, "por não saber escolher ou votar"! A saber:

Ah, o povo! Essa abstração culpada de tudo e imputada de todos males, que deixa em polvorosa os paladinos e probos partidos (ditos representantes, do poderoso, soberano e supremo povo) mas que estão se lixando às necessidades, interesses e direitos desse povo cruel: (ir)responsável por tudo!

Coitados dos partidos: pessoas jurídicas insones e com fome - de poder - que somente lembram das pessoas físicas (enquanto poderoso, soberano e supremo povo: fator real de poder - Ferdinand Lassale) apenas nas eleições, pois que são compelidas a votar nesses partidos e ainda serem vacinados coativamente, como recomendado pelo ilustre PGJ: 

onde a lídima legalidade ou imperatividade legítima e democrática que nos force ser imunizados e/ou ter um passaporte vacinal de vacinados quando nem seus próprios fabricantes ou comerciantes e vendedores nos garantem nenhuma eficiência ou pífia eficácia ou sequer têm ciência de seus inimagináveis, possíveis e eventuais ou supostos senão danosos efeitos colaterais!?

Meu vetusto mosqueteiro e veterano parceiro de idos acadêmicos – embora ainda muito jovem -, data máxima vênia, o que se viu de ver nessa fraudemia

paladinos parlamentares majorarem o fundão eleitoral e/ou partidário - para reeleição dos mesmos - sequer abriram mão de um mísero ceitil, para enfrentamento, controle, mitigação e combate ao vírus sino e salvação desse mesmo povo cruel, mas aumentaram e muito as despesas com seus (deles próprios) planos de saúde!

A confiança que ora se reclama e se deseja aos partidos é a mesma que nos dispensam, conquanto tratam ao povo como reles instrumentos temporários, sazonais desprezíveis e descartáveis ou recicláveis senão periódicos outorgantes legais legitimadores de mantença de um status quo nababesco, nobiliárquico ou aristocrático oligárquico que não querem - mas irão - perder: desta feita, o povo deixou de ser plateia, despertou e virou protagonista!

Acorda, meu preclaro jurista! A tríade de dominação (democracia, partidos políticos e eleições sazonais) será derruída, como referido em meu blog.

Amplexos.

JG*




segunda-feira, 9 de maio de 2022

POVO PATRIOTA, PACATO E PROFÍCUO PRESENTE PELO PRESIDENTE OU POR SUA REELEIÇAO OU ACLAMAÇÃO!

Joilson Gouveia*
Meus amigos e minhas amigas, urge indagar-vos: até quando irão intentar manter a farsa, o ardiloso engodo e a mendaz, falaz e falsa ou escabrosa, oprobriosa, inescrupulosa senão criminosa debalde tentativa indecorosa ou asquerosa de lograr, iludir e enganar à totalidade da população brasileira, especialmente aos cidadãos e cidadãs detentores de títulos-eleitorais?

E, sobretudo, aos jovens de 16 anos, que optarem à facultativa habilitação, capacitação e qualificação cívica e patriota de alçar à cidadania político-democrática ao se alistarem ou se cadastrarem como aptos ao escrutínio universal através do voto - mas que jamais terá a certeza, convicção, confiança, garantia e segurança ou ciência de que seu voto fora ou será computado e totalizado ao escolhido no sufrágio escrutinado: é humanamente impossível aferir, auditar, conferir, constatar e comprovar ou duvidar e contestar e impugnar ou protestar, reclamar, discutir e divergir nem desconfiar do resultado, cujo somente os paladinos impávidos, intrépidos e insuspeitos ou imaculados ascetas de prístinas virtudes têm e/ou terão acesso à apuração, computação e totalização numa sala privada, particular e pessoal, reservada ou restrita, confidencial, sigilosa e secreta, para que ninguém desconfie, atrapalhe ou ouse duvidar dos resultados - iluminadíssimos togados ilibados garantem e ponto final.

Entrementes, o primeiro de maio (ou ontem) foi o mais emblemático retrato ou fotografia simbólica e colorida em verde, amarelo, azul e branco, da mais significativa ou representativa real, patente, potente, hialina e cristalina vontade e límpido, claro, presente, contente e ardente desejo do povo brasileiro decente, honesto, honrado, digno e laborioso patriota de nossa Pátria Amada, Brasiiiiiiiiillll!

Ah! O outro? Bem, todos vimos pelas principais redes sociais e canais da Internet, webjornais, Google ou You Tube, o famigerado, inveterado ou invertebrado bebum descondenado – jamais absolvido ou inocentado – isolado ou etilizado, só conseguiu reunir balões, bandeiras e diretorias de centenas de sindicalizados, dos mais de 17.700 sindicatos, centrais e confederações e quejandos, decadentes e decaídos artistas do elenão ou os raivosos, rançosos, resistentes ressentidos e derrotados, mais uma ou duas centenas, no máximo, de filiados e militantes escarlates: um fiasco ou fracasso total; será que teremos uma aclamação ou um WO?

Abr

JG*


segunda-feira, 2 de maio de 2022

PRIMEIRO DE MAIO: ASNO OU BOI-DE-PIRANHA?

Joilson Gouveia*
Meus amigos e amigas, ainda convalescendo e convalescente, mas sinceramente falando, pense nisso: é ou não é o fim da picada ou o cúmulo do absurdo, nunca imaginei ver coisa mais bizarra, estapafúrdia, hipócrita, cínica ou ridícula: esse ignaro, imbecil, idiota e lobotomizado ou inocente-útil nunca viu nem soube nem sabe que o suposto e pretenso pré-candidato, ao qual tenta defender e diz apoiar simplesmente prega, propõe e pretende ou pugna ou anela e até exige: quer o fim da polícia militar? E que “não suporta nem aceita mais ver um muleque ser perseguido e espancado ou assassinado pela polícia militar só porquê roubou um celular”- Eis, pois, o refrão deLLes: “NÃO ACABOU! VAI ACABAR! QUEREMOS O FIM DA POLÍCIA MILITAR”!

Ora, sempre defendi (defendo e defenderei) ao inalienável, sacrossanto e intransigente ou intransigível porquanto moral, ético, político, democrático, legal ou constitucional direito-garantia de livre manifestação do pensamento, opinião ou opção, preferência e escolha política de quaisquer cidadãos - o cidadão castrense não deixa de sê-lo por vergar um uniforme; claro! – a ver: https://gouveiacel.blogspot.com/2013/10/da-palavra.html; mas bramir, esbravejar e vociferar infensos impropérios, ofensas oprobriosas ou inescrupulosas senão difamatórias, injuriosas e caluniosas já excede, extrapola e ultrapassa aos liames políticos, legais e razoáveis ou urbanos civilizatórios democráticos ou disciplinadamente dialéticos! É o ódio bom e do bem!

Entretanto, como entender, tolerar, aceitar ou acatar, defender e apoiar a um declarado ser “descondenado” ou “ex-presidiário” (solto, graças ao amigo do amigo do meu pai, mero integrante de uma suprema corte totalmente acovardada) mas jamais absolvido nem inocentado de seus delitos e crimes ou processos, os quais ambos: eLLe e a tal Suprema Corte; são declarada, ostensiva, cínica, hipócrita e veementemente contra à própria Lei Maior, pois são favoráveis ao assassinato de inocentes, indefesos, ingênuos e incipientes seres, via aborto - questão de saúde pública (?) - legalização das drogas – “que emprega milhares de jovens” (soldados do tráfico ou traficantes - Rui Costa/Gov. BA)-, sobretudo, impedem, cerceiam e proíbem ou vetam que as polícias atuem em comunidades (morros e favelas) e querem a extinção das briosas estaduais castrenses, consoante exigem os mentecaptos manifestantes, militantes e filiados partidários escarlates lobotomizados e, no caso, também, o dito cujo ignaro simpatizante oficial superior convocador: seria autoimolação ou suicídio; sadomasoquismo ou pífia, tíbia e baixíssima ou inexistente cognição da conjuntura política e social local, regional, nacional ou mundial?

Os socialistas/comunistas/esquerdistas e progressistas ou reformistas são contrários, avessos, oponentes e oponíveis ou abominam à vida, à família, ao casamento (mas querem se casar entre si, os tais dos LGBTXYZ e quejandos, ateístas, profanos, mundanos e mundistas ou materialistas; e o que é pior: em solenes sacramentos matrimoniais religiosos ou cartorários civis), à religião, aos bons-costumes, às polícias civil e militar, à lei e à ordem e, sobretudo, odeiam aos teístas, porquanto são todos mundanos, profanos, pagãos, materialistas e ateístas como todos os dissimulados, falsos, sonsos e escamoteados gramscistas! Temos um caso de boi-de-piranha ou seria asno-de-piranha!?

Urge, pois, indagar: o que leva, motiva e conduz, seduz ou induz – nem mesmo com cuscuz - a um oficial superior de uma briosa corporação castrense estadual a defender aguerrida, rigorosa, brava e fielmente – diria, disse, digo e reitero: cegamente (só pode ou deve estar cego pelo ódio bom e do bem, da alienista, alienada e alienante ou velhaca ideologia) - ao e do famigerado descondenado e ex-presidiário-solto e jamais absolvido, nem inocentado nem livre de seus delitos, crimes e processos tanto quanto aos demais milhares doutros condenados soltos pelo éssitêéfi, sob pretexto do vírus sino: cidadãos em casa (presos, para não aglomerar) e presos soltos - para não confinar? -, e, equivocadamente ou vário, aviltar, vilipendiar, execrar, agredir e xingar leviana, caluniosa, difamatória e injuriosamente ao nosso intrépido patriota colega castrense Capitão-Presidente mais digno, decente, honrado, honesto, simples, sincero, franco e leal ou o melhor, maior e magnânimo estadista até então existente senão de todos os tempos, que é xingado de tudo que é ISTA - teísta, moralista, racista, sexista e até de fascista, por exemplo - mas só não o conseguem chamar de CORRUPTO! Por quê!?

FASCISTA? Ora, fosse ele, o nosso mais querido, decente, justo, democrático, consciente e amado presidente, um FASCISTA “não jogaria dentro das 4 linhas”- como inteligente, serena, paciente e brilhantemente tem jogado - diferentemente dos absolutistas, tiranos e déspotas: os iluminados escarlates ativistas togados, que cerceiam ou tolhem, censuram e vetam ou investigam, processam, julgam e condenam ou tentam cassar aos Direitos-Garantia da livre opinião e manifesta, declarada ou ostensiva expressão do pensamento - como ora faz o oficial convocador, mas que ignora o que tenha sido, ou que seja e signifique o fascismo- fechando ou censurando sites, revistas, blogs e canais, inclusive prendendo jornalistas e até “ex” e parlamentares, intentando amordaçar, censurar, calar e silenciar ou, dissimular, escamotear ou ocultar o uníssono grito de todo um povo: lula-ladrão seu lugar é na prisão!

O ex-presidiário-solto, mas – reitere-se, para jamais duvidarem ou hesitarem nem olvidarem – nunca nem jamais absolvido, nem inocentado nem livre; é tão puro, ingênuo e inocente ou imaculado que não sai às ruas sem ser OVACIONADO, literalmente. Ora, vejam só, é esse daí que se diz comunista/socialista e nos estereotipa, pecha, xinga, rotula e estigmatiza de fascistas!? Será que sabe seu significado!? Por favor, enviem-no ao psicólogo ou psiquiatra: esteve num estado comatoso por mais 16 anos, no mínimo!

AINDA ESBRAVEJAM: Fora, genocida: daí lembremos do "ainda bem que a natureza criou esse monstro coronavírus.." - LILS; Fora, rachadinha! - A deLLes é cotização!; ora, “lutar por dias melhores ou pelo trabalhador”, que nunca teve valor nos 16 anos deLLes!? Prova: o auxílio-reclusão bem maior que salário-mínimo! Professores? Idem! “Um país para todos, mas dês que todos de esquerda! “Não distribuirão nem capim, nem Viagra nem camisinha ou prótese peniana”, mas somente suco, pão com salame/mortadela e 30tinha ou 50tinha e uns bonezinhos e camisas vermelhas! É o famoso: acuse-os do que és; xingue-os do que praticas!

Ademais disso, sendo ciente, sabido, conhecedor ou cioso de que há maus policiais (bandidos e ladrões) ou até pastores de igual jaez, o que foi feito pelo dito cujo impoluto, impávido e asceta de prístinas virtudes enquanto paladino (comunista/socialista) ou o que já fez para defenestrar, extirpar ou expurgar da briosa corporação a todos os referidos bandidos que diz conhecer ou saber? Por que é, então, que permanece na briosa, sabendo que há uma ínfima minoria ou pequena parte de bandidos e ladrões!?

Encerro, ultimo e concluo: dizer e não provar é não dizer! Ah! Convide aos de sua súcia matula escarlate (que é composta de “trabalhadores que não trabalham, de estudantes que não estudam e de intelectuais que não pensam”- Roberto Campos) para homenagear (aos reais trabalhadores, que auferem muito mais que um mil e cem reais) trabalhadores e por dias melhores - que estamos vivenciando, após mais de cinco lustros de destruição, desvios e doações de desastrosos e danosos desgovernos escarlates. O movimento deverá encher umas 5 a 7 kombis ou vans ou alguns ônibus todos cheios de sem-terra, sem-teto; sem-trabalho e sem-cérebros: universitários e secundaristas - inocentes-úteis da linha-de-frente! Todos dignos, decentes, honestos e honrados ou laboriosos? SQN! 😆😆😆😆😎👉👉

Enfim, todo esquerdista é contumaz useiro e vezeiro da verve escarlate leninista: acuse-os do que és e xingue-os do que praticas - Lênin. Cuba, Chile, Argentina, Venezuela, Bolívia e etc. precisam de convictos socialistas/comunistas de seu quilate, estirpe, valor e qualidade, que é dos que latem, enquanto passa a caravana. Chora! Reclama! Lamenta! São carpideiras escarlates!

Abr.

JG*

  

AOS BOBOS, BESTAS E BURROS ENCANTADOS PELO PRESTIDIGITADOR DE ASNOS ESCARLATES.

Joilson Gouveia*
Todo negro, mulato, pardo, amarelo ou até algum descorado (alvo, branco e róseo ou vermelho) que defende, pugna ou apoia a todos os chamados movimentos negrosblack’s lives matter - ou vidas negras importam – todas as demais de nada importariam nem valeriam (?) A ver: https://gouveiacel.blogspot.com/2020/06/vidas-humanas-importam-mais-que-black.html -, e que, na prática, na verdade e na realidade, apenas reconhece, admite, atesta, prova e comprova ser única, apenas, só e somente só um "reles ser" agnóstico, ignóbil, inútil, inóxio, inane ou inerme, inculto, ignaro, ignorante, subliterato ou analfabeto ou/e semianalfabeto funcional e político, especialmente enquanto militante partidário de partidos escarlates esquerdistas, mormente os que têm e veem, cultuam, admiram, enaltecem ou veneram, por exemplo, e seguem como sendo herói um negro evadido, que matou seu próprio tio (Ganga Zumba) e "desposou" à viúva do finado: Dandara; e até vendia e imolava seus semelhantes.

Além do mais, desconhecem não só à própria História e, notada, particular, peculiar ou especial e especificamente, às leis do Ventre-Livre, Euzébio de Queiroz (sexagenário) e Áurea, que ultimou e pôs termo, cabo e fim na oprobriosa, inescrupulosa, odiosa e odiada ou criminosa escravidão - de negros vencidos, derrotados e vendidos por símiles, similares e semelhantes negros mais fortes e vencedores ou vendedores, aos navios-negreiros e piratas da época-, malgrado sofrerem de banzo: saudade, dor e sofrimento pela ausência ou solidão da terra natal - porém, a despeito de soltos, livres, libertos e desimpedidos ou desobrigados do cativeiro, tanto é assim que se desconhece ou não se soube nem se sabe de nenhum êxodo ou uma diáspora (de retorno à mama-África) ou fuga em massa do "país-cativeiro": Brasil. Ou não.

Daí, cínica, hipócrita, descarada, dissimulada, subliminar, escamoteada, sorrateira e paulatinamente esquerdistas/socialistas/comunistas/marxistas/leninistas/stalinistas, que sempre se dizem progressistas ou reformistas, embora sejam gramscistas e/ou Fabianistas, açulam, instilam, fomentam e intentam tal e tais movimentos racistas ou negristas e pretistas, querendo nos rotular, estereotipar ou adjetivar, xingar e pechar a nós todos ou a todos nós, brasileiros e brasileiras patriotas, de racistas, preconceituosos ou negrofóbicos ou pretofóbicos ou mulatofóbicos etc. - eLLes adoram uma novilíngua ou neologismo de duplipensamento - bem por isso ou somente para isso, espezinham, desdenham e menosprezam às exponenciais ou notáveis figuras ilustres, históricas, honradas, notórias e destacadas por seus próprios esforços e méritos e/ou conhecimento e sabedoria de suas mentes brilhantes, desde os idos de outrora; a saber: André Rebouças; José do Patrocínio; Luiz Gama; Tobias Barreto - todos negros abolicionistas; Clóvis Beviláqua; Machado de Assis e o olvidado Ernesto Carneiro Ribeiro - negro, médico, filólogo, professor e educador.

Aliás, já havíamos discorrido sobre o tema em nosso blog; a ver:

a)https://gouveiacel.blogspot.com/2017/11/preferivel-consciencia-humana.html?m=1;

b)https://gouveiacel.blogspot.com/2020/11/o-que-importa-e-vida-e-so-vida-e-que.html?m=1;

c)https://gouveiacel.blogspot.com/2019/05/racismo-e-homofobia-sao-coisas-de.html?m=1;

d)https://gouveiacel.blogspot.com/2020/12/o-pseudo-racismo-falsa-segunda-onda-e.html?m=1; dentre tantos outros, aqui mesmo no blog.

 

Enfim, sem maiores elucubrações, estardalhaços, estultices e estultilóquio ou supostas senão aparentes, eventuais e possíveis conjecturas ou maiores delongas de peroradores bravateiros, pois, resta claro como a translúcida, límpida, hialina e cristalina luz do sol em dias de verão – onde todos veem e verão isso, tanto e quanto ou como temos visto aqui e alhures – o que é fato e de fato é que, todo e quaisquer ser humano, sujeito, indivíduo, pessoa ou cidadão e cidadã que se deixa levar, induzir ou conduzir por esses mendazes, mordazes e ardilosos partidos escarlates esquerdistas, estes não passam de insignificantes, vis, sórdidos, ignóbeis ou ignaros, agnósticos, inocentes e ingênuos ou incoerentes e indecentes reles seres pusilânimes, energúmenos, covardes e desonestos política, intelectual, ética, pessoal e moralmente falando ou somente vê tevê, que mostra tudo aquilo que não é do jeito que você olha nem é o que você vê, nem é como nem é-o que você não vê, pois o bobo é você: bobo; besta e burro - Haja BBB; entendeu!?

Abr

JG*



 

sexta-feira, 22 de abril de 2022

TRAIDORES DA CONSTITUIÇÃO SÃO TRAIDORES DA PÁTRIA; SALVE ULYSSES GUIMARÃES!

Joilson Gouveia*

"O momento exige que os homens de bem tenham a audácia dos canalhas". - Benjamin Disraeli.

Crime de opinião!? Atos antidemocráticos - onde a anterioridade da lei penal: nullum criminis sine poena legis - não há crime sem lei anterior que o defina?

Assassinaram à imunidade parlamentar e feriram lúgubre, funesta, nefanda, nefasta, macabra, mórbida, literal e letalmente à liberdade de expressão e ao Direito-Garantia do livre pensamento (“o livre pensar é só pensar”- Millôr Fernandes – nos idos da suposta ditadura militar, que nunca houve).

Entrementes, na atual democracia, exprimir, falar, dizer, expor ou manifestar sua opinião ou pensamento é oprobrioso, escabroso, inescrupuloso, acintoso, perigoso e criminoso (segundo os iluminados ativistas togados) ainda que jamais previsto, definido e tipificado numa lei anterior. Pensem nisso!?

Ademais disso, o “suposto ofendido” (em sua honra), “instaurou, investigou, apurou, processou, denunciou, prendeu, julgou e condenou” por crimes nanicos ou de menor potencial ofensivo: “ameaças; calúnia, injúria e difamação” – reconhecidas “bravatas”, para Nunes - contra o próprio magnânimo, exponencial, impávido, imponente, impoluto, imaculado e soberbo ou aristocrático, nababesco e nobre julgador - que desdiz seus ditos ou malditos dizeres: “quem não quer ser criticado fique em casa, não vire figura pública”!

  •  Alguém já foi ferido, sangrou e sucumbiu ou foi imolado por acres falas esbravejadas e discursos bramidos e palavras berradas por desafetos, oponentes e contrários ou adversários, numa democrática discussão, dialética e urbana – num púlpito ou palanque ou fora destes; ou não?
  •   Ah! Mas a hilária e risonha PGR disse ser “intolerável”; suponhamos que seja, sim! Mas onde seus crimes!?

Acaso, teríamos, pois, ou teremos e temos nove ou onze apátridas ignaros, ignóbeis e ignorantes ou desconhecedores e, sobretudo, negacionistas das premissas, preceitos, princípios, normas e regras constitucionais, legais substantivas e adjetivas ou processuais penais e cíveis? – Onde o “due process of law”: O DEVIDO PROCESSO LEGAL? 

Quantos carrascos, verdugos, tiranos, ditadores arbitrários ou suseranos feudais abusivos ou sórdidos déspotas iluminados togados ativistas globalistas: traidores da Pátria e traidores da Constituição; ou não!? 

Doutro giro: “mandar uns 40 ou 50 militontos às casas de parlamentares”; pode! É democrático; não é intolerável?

Brother, amigos e amigas, pelo amor de meus netinhos: tu bem sabeis - muito mais que quaisquer outros, causídicos ou não - que tudo que fora feito (da abertura ou instauração - do inquérito-do-fim-mundo -, pela incompetência do próprio STF) e editado ou exposto e divulgado ou ultimado nesse triênio, está eivado de legalidade legítima! Ou não!?

Ah! Sabias que os Partidos – PSOL, REDE, PT, PSB, PSDB etc. que fustigaram (ao “puxadinho dos derrotados”) e instaram imediata declaração de inconstitucionalidade da LSN – Lei de Segurança Nacional, ora usada para tentar enquadrar e calar a todo aquele que discorda ou se envergonha e sente asco e nojo das iluminadas decisões e sentenças desses ativistas judiciais togados, a saber:

·  "Segundo sua argumentação, a Constituição da República de 1988 garante a existência de um espaço plural, onde é admissível a realização de críticas e de apresentação de modelos diversos de sociedade, sem que se possa imputar ao cidadão o cometimento de crimes". – Argumentos desses tais partidos. Exceptio, ao Daniel Silveira, Oswaldo Eustáquio, Allan Santos, Sara Winter e Roberto Jefferson; ou não!?

Brother, por mais ácidas, ferrenhas, amargas, impróprias e escabrosas que tenham sido ou sejam as críticas e xingamentos ou oprobriosas, inescrupulosas, acintosas ou injuriosas, caluniosas e difamatórias ou infensas à honra de quaisquer sujeito, indivíduo ou pessoa, descabe à vítima exercer, ao seu livre nuto, talante e alvedrio - in casu - a persecutio criminis: investigar, apurar, processar, julgar e condenar ou, sobretudo, cassar o ferino tribuno-orador parlamentar, por crime de opinião ou inexistente, o qual, até então, tinha respaldo no Art. 53, caput, da Carta Cidadã - espezinhada, aviltada, descumprida e menoscabada ou rasgada, literalmente! Eis, pois, o que já dissemos:

·  O outro – UM MITO -, também está “processado” [por gestos, ações, opiniões, palavras e votos] em detrimento, arrepio e menoscabo ao Art. 53, da CF/88: https://gouveiacel.blogspot.com/2018/08/a-inviolabilidade-civil-e-penal.html

As hienas escarlates resistentes, rançosas, raivosas e ressentidas parecem esquecer da INVIOLABILIDADE parlamentar assegurada, garantida e averbada no Art. 53, caput e seguintes da Carta Cidadã”, a ver:

·  Olvidam todas as hienas escarlates – ou seria tergiversação - de que quaisquer parlamentares fruem, usufruem e gozam do inalienável, intransigente, intransponível senão sagrado e sacrossanto direito à inviolabilidade de suas “opiniões, palavras e votos, conforme assegurado, garantido e averbado no artigo 53, caput e seguintes da CF/88, mormente no inciso IV, do Art. 5º, da referida Carta Cidadã, a ver: IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato; - In http://gouveiacel.blogspot.com/2019/11/as-hienas-escarlates-repudiam-censura.html.

É disso que se trata e urge, pois, que se objurgue, rechace e repila ou até mesmo que se insurja sobre o precedente inusitado de ativismo inovador ou criativo, mas perigosíssimo à democracia e ao Estado de Direito em face dos ilegítimos e ilegais ou arbitrários abusos de poderes desse pseudo iluminado togado, que se acha imperador, e, como tal, pensa e se vê o próprio: O GRANDE!

Abr.

JG*


 

sábado, 18 de setembro de 2021

AO ESTADO-DEUS TODOS OS QUINTOS DOS INFERNOS

Joilson Gouveia*

I – PREÂMBULO - Enquanto Joaquim José da Silva Xavier – Tiradentes – inconfidente mineiro e protomártir da liberdade e independência foi morto enforcado e esquartejado por insurgir-se, contrapor-se e opor-se ou rebelar-se com o abusivo, excessivo e extorsivo QUINTO DOS INFERNOS arrecadado pela Coroa Portuguesa, nos idos tempos coloniais; a ver:


Ora, há 199 anos idos, às margens do riacho Ipiranga, deu-se o brado retumbante da garganta de nosso Imperador, Pedro:http://gouveiacel.blogspot.com/2021/09/independencia-ou-morte-assim-ecoou-o.html; aquilo que já anelava e rogava três décadas antes, desde 1792, o Alferes Joaquim José da Silva Xavier, nosso Tiradentes: “libertas quae sera tamem” – liberdade ainda que tardia! – Na íntegra in https://gouveiacel.blogspot.com/2021/09/libertas-quae-sera-tamem-liberdade.html;


Há mais de dois séculos excedem, exorbitam, escorcham e/ou espoliam ao povo brasileiro com seus famigerados “quintos dos infernos”. Eis, pois, o que já havíamos dito sobre o tema:

De lembrar que, de 1964 a 1985 – nos “anos dourados brasileiro”: período de paz, profícuo, proficiente, produtivo e promissor-; quando tivemos evolução, progresso, desenvolvimento, tranquilidade, segurança, educação, civismo e respeito, mormente aos mais velhos, aos pais e aos professores, que eram chamados ou tratados e respeitados como “mestres”: éramos todos cidadãos e cidadãs laboriosos, dispostos, decorosos, decentes, disciplinados e dignos patriotas, pacatos, ordeiros, alegres, contentes e felizes, como dito:https://gouveiacel.blogspot.com/2016/11/eramos-felizes-ah-como-eramos-felizes.html; até que eLLes foram repatriados e/ou perdoados de todos os seus crimes, com a anistia ampla, geral e irrestrita, haja vista evadidos por “lutarem pela democracia contra à ditadura-militar” (que só existia – ainda existe - na doentia, débil e debilitada ou doutrinada cabecinha deLLes); a saber: https://gouveiacel.blogspot.com/2017/05/patria-ultrajada-ou-32-anos-espoliando.html; quando tornaram a espoliar, assacar, achacar, aviltar quando não “desviar, doar ou emprestar” (nossas riquezas, tesouros e dinheiros do Erário, carrearam quase todos os nossos investimentos noutras plagas, rincões ou países de ideologias afins ou escarlates) e daí, sobretudo, malversar, expropriar, escorchar, explorar ou espoliar à Nação Brasileira; a ver:

a)https://gouveiacel.blogspot.com/2017/09/os-ratos-roedores-da-bandeira.html;

b)https://gouveiacel.blogspot.com/2016/04/dias-melhores-virao-hao-de-vir-sim-bom.html;

c)https://gouveiacel.blogspot.com/2019/11/o-socialismo-nao-deu-erradoo-socialismo.html - dentre outros mais sobre o tema, aqui no Blog.


II – CARESTIA, INFLAÇÃO E PREÇOS ALTOS OU ABUSIVOS - Nesse sentido, enquanto o nosso governo federal propõe, avença, acena, intenta, desafia e até reduz ou, por exemplo, zera impostos federais, tributos e taxas sobre combustíveis (gasolina e álcool) e o “gás” (butano) “para cozinha”, uns suseranos estaduais e alcaides municipais olvidam, desdenham e espezinham ou menoscabam porquanto adrede mancomunados, concertados ou conjurados, opostos, opositores e contrários às propostas redutivas ou medidas redutoras dessa expropriação, que causa inflação, aumento, preços altos e carestias de quase todos os produtos essenciais ao indivíduo, sujeito, pessoa e cidadão ou cidadã ou contribuinte – PAGADOR DE IMPOSTOS; por quê?


Simples! Muito simples, tão-só e somente só ou apenas para imputar, penalizar e culpar ao PR MITO, com conspícuo apoio e acintosa ajuda dessa nossa mídia mainstream e de seus milhares de aparelhos ideológicos a serviço do Establishment, Intelligentsia, Nomenclatura e todo o Estamento Burocrático, os quais foram todos derrotados pelo MITO, em 2018. Eis, pois, a verdade!


Aliás, supino destacar que, além de se recusarem, rejeitarem e contraporem-se aos “desafios do MITO”, no mais da vez, muitos ainda frustram, burlam e fraudam suas respectivas Notas Fiscais, mormente sobre referidos produtos suso citados, inserindo e constando impostos, tributos e taxas ao governo federal e PASMEM “zerados os referentes estadual e municipal” – ver nas cópias das Notas Fiscais abaixo, ao cabo, termo e fim deste. Especialmente, no seguinte texto: https://gouveiacel.blogspot.com/2021/03/verificando-os-fatos-o-rei-do-mercado.html - leiam-no, sim!?


Ademais disso, simultânea, paralela e concomitantemente, “comentaristas, cientistas (economistas) analistas, especialistas, tributaristas, oráculos, arautos e carpideiras escarlates” ainda editam pesquisas (FAKES) ou entrevistas de profissionais liberais causídicos tributaristas na defesa do Estado e contrários à redução dos “quintos dos infernos”, conforme se vê dos excertos abaixo transcritos; a saber:

Com o aumento no valor de produtos e alimentos do cotidiano, muitos brasileiros debatem sobre a redução da tributação estadual, no entanto não é simples de ser realizado. A advogada e especialista em Direito Tributário, Marília Araújo Gomes Lima, disse ao Cada Minuto em entrevista neste sábado (18), que a tributação influencia diretamente no preço dos produtos.
Ainda durante a entrevista, a advogada comentou que toda redução de tributos impacta diretamente na arrecadação do Estado. Para ela, não é simples reduzir a carga tributária no Brasil, por ser um país com a tributação complexa.
Por fim, Marília explicou que além do ICMS, há ainda CIDE, PIS/PASEP e COFINS, que fazem a tributação da gasolina chegar a quase 40%”. (Sic.)
Confira a entrevista na íntegra:
Com a alta dos preços de alguns alimentos e produtos, as pessoas estão comentando muito sobre a tributação. Como ela influencia no valor final que é repassado para a população?
A composição do preço dos produtos sofre influência de vários fatores, tais como: custo da matéria prima, custo da etapa de produção/industrialização, transporte para os locais de venda e valor dos tributos incidentes. A tributação influencia diretamente no preço dos produtos. Para exemplificar, se analisarmos o preço do frango que chega à mesa dos brasileiros, quase 30% por cento do valor que pagamos por ele no supermercado é correspondente a tributos, assim, a cada R$ 20,00 de frango que compramos, R$ 6,00 são tributos.
A redução dos tributos pode ser feita pelos gestores de forma a amenizar a alta dos preços. O que isso tem de impacto para a administração?
Toda redução de tributos impacta diretamente na arrecadação do Estado. Não é algo tão simples reduzir a carga tributária no Brasil, que é um país que tem a tributação muito complexa. Talvez um dos sistemas tributários mais complicados do mundo seja o do Brasil, com a incidência de vários impostos em cascata. Muito se fala sobre a reforma tributária, mas vale pontuar que essa que está tramitando e foi aprovada pelo Congresso recentemente diz respeito apenas ao Imposto de Renda. Não tem impacto em preço de produto porque não é referente à carga tributária dos produtos, mas da renda recebida pelo trabalhador. O principal impacto para a administração é realmente a redução de arrecadação. É sabido que o país não vive um momento fácil, então toda perda de arrecadação precisa ser pensada, analisada e planejada. Pela lei orçamentária, a administração pública tem que ter o teto de gastos, mas também o valor de arrecadação mínima que possibilita a economia girar e funcionar.
Falando especificamente do gás de cozinha e também da gasolina, o que pode ser feito para reduzir esses preços em questão da tributação?
No gás de cozinha a gente tem a incidência do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) em que a tributação é mais de 15%, e na gasolina, além do ICMS, há ainda CIDE, PIS/PASEP e COFINS, que faz a tributação chegar a quase 40%. No gás, especificamente, seria apenas a redução do ICMS, que é responsabilidade dos estados, e na gasolina, além do ICMS, também há margem para a redução dos demais impostos federais.
De forma didática, como podemos explicar o funcionamento da Tributação?
A tributação é a aplicação de tributos pelo governo. Os tributos são pagamentos obrigatórios que devem ser feitos tanto por pessoas físicas quanto por jurídicas, de acordo como são cobrados. Os tributos podem incidir sobre a renda (por exemplo, imposto de renda), o consumo (por exemplo, o ICMS) e o patrimônio (por exemplo, o IPTU)”. (Sic.) Sem grifos no original – Na íntegra in https://www.cadaminuto.com.br/noticia/2021/09/18/nao-e-simples-reduzir-a-carga-tributaria-diz-advogada-sobre-aumento-no-preco-de-produtos

III – EPÍLOGO – Do esposado, exposto, explicado, resumido ou “didaticamente” apresentado, é deveras notável, notório, claro e evidente (salvo equívoco de interpretação pois sequer respondeu se "pode ou não reduzir a carga tributária") de que a entrevistada causídica tributarista pugna pela mantença de um Estado-deus, forte e poderoso ou expropriador quiçá “paternalista”, “curador da sociedade” senão voraz fisqueiro (confisco e cobrador) coarcto (de impostos, tributos e taxas ou contribuições) não só da pessoa física ou do detentor de CPF (contribuinte, sujeito, indivíduo, cidadão ou consumidor – “o rei do mercado”) mas, também, ou primordial, precípua e principalmente das pessoas jurídicas detentoras de CNPJ, mormente empresários, produtores e patrões; ou não? Ao ensejo, leiam-no; a saber: https://gouveiacel.blogspot.com/2020/02/estado-minimo-mais-brasil-e-menos.html.

Entrementes, ainda assim, exsurgem algumas questões, dúvidas e até esclarecimentos aos seus leitores em geral, a saber:

  • a)Por que, por exemplo, nas NF’s de compra de gasolina abaixo, está consignado “zero imposto, tributo e taxa” etc. ao estado e município e consta incidência de percentual ao governo federal que os zerou?
  • b)Por que o ICMS é variado, variável, díspar, diverso e diferente nos estados-membros? – A ver mapa abaixo.
  • c)Por que o IPTU é majorado anualmente, sem nenhuma melhoria na rua, via, estrada ou rodovia em que está situado e ainda há a “Taxa do Buraco”?
  • d)Não haveria ou há bitributação do ICMS, CIDE, COFINS, PIS/PASEP e etc. já que o preço da Petrobrás é de apenas R$ 2,00 reais, por cada litro de gasolina?
  • e)Há incidência de ISS – imposto sobre serviços – nos preços do álcool, gás e da gasolina, por exemplo, nos postos de combustíveis?

Enfim, onde a verdade?

Abr

*JG