domingo, 5 de abril de 2020

A CRENÇA E A FÉ DE SÍMIOS EVOLUÍDOS, EMBORA MEROS MACACOS!

Joilson Gouveia*

Abaixo transcrito, excertos de um texto de um renomado useiro e vezeiro de uma doutrinária dogmática e rígida retórica novilinguística-orwelliana ou eurolinguística e, também, corriqueiro usuário contumaz da verve escarlate de esquerdistas de esquerda e à esquerda, característica típica, própria e autêntica de diplomados letrados e cultos “cientistas, pensadores-críticos e materialistas”, no mais da vez, de darwinista-evolucionista, como ao pagão, mundano, profano, blasfemo, herege, ateu e ateísta, direito-humanista, igualitarista, coletivista, crítico, cronista, “jornalista”, “agente-de-transformação-social” da imprensa-livre de outrora ou dessa hodierna “mídia assassina de reputações” de uma “imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruPTa”[Pulitzer] ou “imprensa banal”[Chesterton] e “imprensa canalha”[Millôr] ou “organização criminosa, nada mais”[Olavo de Carvalho], senão vejamos, a saber:
Comento, rechaço, repilo, repudio, rebato, repugno, contesto e objurgo aos termos destacados nos nossos grifos, e até já havíamos dito, a saber:
  • a) - Se é fato há de ser concreto, real, veraz, verídico e verdadeiro, sob pena de não o sê-lo! – In https://gouveiacel.blogspot.com/2019/06/pacto-de-governabilidade-versus-pacto.html; é, pois, por assim dizer, conseguintemente, ato, feito, acontecimento, assunto (de que se trata) ou coisa realizada; claro! Portanto, perceptível aos sentidos e, díspar, diverso, contrário e antônimo à abstração o uma oposição ao concreto.
  • b) - Fato concreto” – como se pudesse haver um fato abstrato; sendo fato é óbvio ser concreto, real, palpável ou comprovável – reafirmam as NEWS: o NOVO é letal; mas seus atestados-de-óbitos ou laudos cadavéricos não o registram como “causa-mortis”; mas mandam a todos ao “isolamento social horizontal total, amplo e geral” ou “se tranquem em casa”; “ninguém nas ruas”, exceto os jornalistas e repórteres que são tão ou mais imunes que os de sempre, da linha-de-frente de quaisquer sinistros, desastres ou tragédias: militares federais, bombeiros e policiais militares e civis, paramédicos, médicos, enfermeiros, técnicos da área de saúde e da defesa civil; é fato! Pasmem! E quase todos sem máscaras, luvas e álcool! – In https://gouveiacel.blogspot.com/2020/03/o-que-mais-vale-tragedia-anunciada.html;
  • c) - Ora, acreditar nada mais é que CRER, dar crédito, confiar ou ter FÉ (“ainda que eu acredite na existência de uma natureza essencial humana”) existência (realidade: estado do que é ou do que existe ou ato de existir e a própria realidade que não é abstrata nem abstração) evoluída ou não de animais (irracionais ou não-humanos, pela própria natureza, realidade e essência inalterada de meros animais) como “creem os darwinistas-evolucionistas-cientistas”; o que seria “essencial” numa raça humana “originada e evoluída” de símios, que não passam de meros macacos, desde Darwin até hoje?
Inclusive, também, já havíamos discorrido sobre referida teoria, a ver:
Finalmente, é possível dar crédito ou ter confiança, certeza, convicção e credibilidade ou CRER em quem abomina, repudia, escarnece, espezinha e desdenha ou avilta à crença e à FÉ (dos outros: deístas ou teístas) – malgrado assestem: “mas sem julgá-los”. É ironia, sarcasmo ou cinismo?
Abr
*JG

É CHEGADA A HORA DE USAR TODA FORÇA DA LEI, E JÁ!

Joilson Gouveia*


  • Como é possível o presidente Bolsonaro não haver compreendido, até agora, que seus inimigos não respeitam nem a opinião popular nem as eleições, e que contra eles a única coisa que funciona NÃO SÃO ARGUMENTOS, É A FORÇA DA LEI”? – Olavo de Carvalho.
Os confinamentos (social linear, horizontal ou vertical) e clausuras impostos e determinados por aprendizes de ditadores (estaduais e municipais) são experiências antecipadas, protótipos ou estudos-de-campo e tubo-de-ensaio embrionário do anelado Estado-Deus: estado forte, poderoso e opressor de indivíduos fracos, sujeitos impotentes e pessoas indefesas e cidadania tíbia, nula ou inexistente, consoante o escólio dogmático doutrinário leninista, a saber:
  • Usaremos o idiota útil na linha de frente. Incitaremos o ódio entre as classes. Destruiremos a sua base moral, a família e a espiritualidade. Comerão as migalhas que caírem das nossas mesas. O estado será deus” – “a minoria organizada irá sempre derrotar a maioria desorganizada”. Essa minoria organizada chama-se “partido” (dos trabalhadores), hoje reconhecida, provada e comprovadamente “uma minoria organizada”[ORCRIM], cujos processados, julgados, condenados e presos, permanecem incólumes, intactos e invulneráveis nos seus quadros; quanto mais ficha-suja, processos, denúncias e condenações mais VALOR e VALIA!
  • Enfim: “há algo pior que um governo corrupto? SIM! O cidadão que o defende”!
  • É inaceitável, intolerável, insuportável, repugnante e abominável que ilustres, escolados, estudados e esclarecidos senão diplomados e cultos cidadãos os defendam!
Já havíamos dito, repetido, reiterado e replicado, a saber:
  • Afinal, com efeito, nenhum regulamento ou regimento interno ou decreto autônomo é maior ou pode mais que as premissas, princípios e preceitos contidos da lei maior: Constituição Federal. Esta não pode nem deve ficar aquém ou refém de normas intestinas ou regras particulares – interna corporis -; não numa autêntica democracia, salvo se formos uma república de bananas ou de antas ignaras, tapadas, burras, idiotas e imbecis como vislumbra e entende o cavalo-morto em liça!
  • A probidade administrativa é corolário imanente da precípua ficha-limpa ou nada-consta de uma folha-corrida criminal/judicial; ou não?
  • Enfim, nenhuma democracia ou estado democrático, humanitário e de direito deve servir de pretexto ou valhacouto às raposas velhacas, menos ainda para cuidarem do galinheiro! – Na íntegra in in http://gouveiacel.blogspot.com/2018/12/a-democracia-de-raposas-burros-e-antas.html
A lembrar dos pseudos-médicos cubanos:
  • Os supostos “médicos-cubanos” sobreviviam, aqui no Brasil, com apenas um terço de seus subsídios; enquanto dois-terços alimentavam los Hermanos castristas – coisa que os esquerdistas de esquerda e à esquerda acham natural, normal, aceitável e viável – Está aí uma “excelente ideia” ao novo governo brasileiro, para tirar o Brasil da grave crise legada pelos escarlates, nesses últimos dezesseis anos: pagar apenas um terço dos subsídios a todos os trabalhadores, funcionários e servidores públicos (até mesmo dos trabalhadores privados) brasileiros, confiscando dois-terços de seus subsídios, salários e remunerações, para equilibrar a balança fiscal, econômica e financeira e cobrir ao déficit público, mormente da Previdência e Seguridade Social, que tal?
  • Certamente, tal medida teria todo o apoio de esquerdistas de esquerda e à esquerda, que acham natural, normal, aceitável, tolerável e viável, afinal todos ganhariam igual percentual: apenas um terço do merecido, devido e justo ganho: dois-terço ao “governo” - Ao Estado tudo, fora do Estado nada! Bravos! SQN!
  • E se, por acaso, o novo governo se apoderasse de um terço e pagasse apenas dois terços a todos; não seria má ideia (isso na lógica de socialistas/comunistas/marxistas/stalinistas/trotskistas/gramscistas e fabianistas; claro!), ou aos ferrenhos, fervorosos e efusivos progressistas, igualitaristas, coletivistas e humanistas ou humanitaristas! Ou não? Seríamos, enfim, todos iguais, miseravelmente iguais e na mesma miséria igual à cubana! Que bacana! Mas, Deus é mais!
Vejamos mais excertos de comentários nossos, nas redes sociais:
  • Tenho dito ou indagado: já não estaríamos passando da hora; ou não? A PMESP nunca foi, não é e NUNCA SERÁ uma "polícia judiciária nacional" - GESTAPO? Ou seria KGB? - Mais: 11 ministros, não eleitos nem escolhidos pelo "poderoso e soberano povo", NÃO podem NEM DEVEM TER mais poderes que o POVO!
  • Os "supremos suprassumos e supras-estatais" são um "estado-paralelo" dentro do Estado Brasileiro, incólumes, invulneráveis e ininvestigáveis ou insuspeitos, imunes e isentos de quaisquer investigações ou perquirições e indagações? Seriam “os onze príncipes” irresponsáveis, inimputáveis e ascetas de prístinas virtudes, puros e sagrados! (?)
  • A Publicidade e Transparência imanentes à Probidade ínsitas à lídima Legalidade Legítima não se lhes aplicariam?
  • Saída fácil, célere e eficiente: um cabo e um soldado! Basta de STF! Fim da PEC da Bengala! Ou Corte Marcial ou Corte Constitucional, já!
  • Afinal, já se foi dito: "temos uma alta corte totalmente acovardada"!
Desde à fragorosa, oprobriosa e humilhante vitória do MITO e, por conseguinte, acachapante derrota ao Estamento (Establishment, Intelligentsia e Nomenclatura) dos escarlates rançosos, raivosos e resistentes e de atoleimadas carpideiras: “tomaremos o poder, o que é diferente de eleições – que é coisa de burguês -, iremos incendiar este país”; lembram disso?

Quantos incêndios e queimadas tivemos desde 2018? Ou quantos acidentes estranhos e inexplicáveis: barragem de Brumadinho; rebeliões e motins em presídios; fogo na Amazônia, óleo nas praias nordestinas e etc.? Já havíamos dito:
  • (...)o intento ou desiderato da esquerda de esquerdistas de esquerda em provocar a reação anelada por eLLes: uma intervenção marcial castrense federal no STF; como fora feito por Costa e Silva, nos idos da década de 1960, para, com isso e mais uma vez, saírem e/ou posarem de vítimas de uma suposta "ditadura-militar" do Mito; entendes?
  • Eis, pois, o desiderato deLLes: criar o caos para uma imediata intervenção; mas o Mito e os generais não são tão tolos assim! Ainda não é a hora exata! Urge, pois, a adoção de medidas legais (previstas na Lei do impeachment) tal e qual fora feito com a "ciclista inocentA"! O que se nos antolha viável e possível, haja vista os vários pleitos nesse sentido, mormente quanto ao Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowsky; notem que tanto Celso de Melo quanto Marco Aurélio já se posicionaram contrários aos açodados e descabidos atos censores espúrios dos "supremos autoritários", para evitarem e não sofreram idênticas sanção ou cassação e confisco de seus bens!
  • Cabe, pois, ao Senado, por competente, a faxina geral no STF porquanto representantes do Estado e do soberano povo que assim tem exigido, mormente nas redes sociais! É um estratégico jogo-de-xadrez; entendes? 

Ora, não sejamos ingênuos, inocentes, ignaros ou incautos e insanos, essa “gente” não deixou de existir nem foi defenestrada da “arena de lutas” ao ser derrotada pelo MITO; não! Aliás, lembrai-vos de que eLLes bramiram: “seremos resistência”; “ele não governará nem seis meses”; “tomaremos poder, o que é diferente de eleições” etc.

Ademais disso, relembrem que o Estado foi aparelhado, nos seus Três Poderes, Instituições e Órgãos republicanos democráticos por mais de sete lustros, mormente nos comissionados nos escalões dos Três Poderes, notada, prática e especialmente nas “altas cortes totalmente acovardadas”, que desbragadamente contrariam às jurisprudências pacificadas, “para tornar livre o-seu-deus-maior” (foi solto, mas nem está livre nem inocentado), sobretudo mudando seus votos nas matérias julgadas (prisão após condenação na segunda instância, por exemplo) ou transferindo alguns crimes para campo da Justiça Eleitoral: “posso até participar do enterro de provas vivas, mas não carrego o caixão”; lembram!?

Demais disso, se já não fora bastante um congresso avesso ao MITO, que exige uma ARTICULAÇÃO para cumprir com seu dever de ofício, discutir, examinar, emendar e aprovar ou não aos projetos imprescindíveis ao progresso e desenvolvimento do Brasil, temos um “centrão” e uma “oposição” que não abrem mão de seus privilégios, prerrogativas, sinecuras, graçolas, mordomias e benesses mancomunados com uma ALTA CORTE ávida por lagostas e camarões regados a vinhos importados, que majora os próprios salários e “legisla” em causa própria, numa vida nababesca de uma corte de nobres (“supremos”) de uma realeza díspar, diversa e distinta da realidade do pobre “poderoso povo”, que míngua, amarga, padece e falece nas filas dos hospitais sem leitos e remédios! Sem falar nas universidades públicas verdadeiros redutos, antros ou valhacouto de drogados e viciados militantes inocentes-úteis aliados à mídia assassina de reputações, que “planeja e produz os fatos” e semeia a discórdia e inverdades ou FAKE NEWS!

Por sua vez, com efeito, os ditos tais “resistentes” – que jamais desistem de sua “nobilíssima” CAUSA ESCARLATE – também são os mesmos “ressentidos” de que trata Roger Scruton in “Uma Filosofia Política – Argumentos para o conservadorismo”; conservadorismo este abominado, odiado, repelido, contestado e combatido por esses progressistas/coletivistas/igualitaristas usuários da novilíngua ou eurolíngua da verve de useiros e vezeiros “agentes-de-transformação-social”, que sequer comentam ou quase nunca noticiam sobre esse “fato concreto” – como costumam falar, escrever e digitar esses tais adeptos da “novilíngua orwelliana”, de George Orwells. Reitere-se:
  • É induvidoso, inquestionável e insofismável que o nosso país é mesmo sui generis, particular, singular e próprio conquanto original e o único, dentre todos os demais do mundo, onde marginais, bandidos e meliantes se concertam para fraudar, burlar e atuar, agir e se conduzir fora-da-lei, à margem desta ou contra todas às leis existentes, mormente, sobretudo e principalmente à Lei Maior, à nossa Carta Cidadã, que mais se tem prestado a tutelar, proteger e blindar aos malfeitores, bandidos e criminosos que aos cidadãos e cidadãs decentes, dignos, honestos, honrados, respeitadores, cumpridores e obedientes aos liames das leis! É fato!
  • Os foras-de-lei sempre avocam, invocam, rogam e apelam aos seus limites, garantias e direitos existentes no sistema jurídico-positivo-legal como se fossem os mais probos, recatados, pudicos, diligentes e irrepreensíveis ascetas de prístinas virtudes a exigir que o Estado, o Governo e o Sistema Jurídico-Penal seja cumprido à risca, rígida, imaculada e rigorosamente dentro das regras, normas, premissas, princípios, preceitos e leis, mas dês que seja em favor deLLes!
  • Ou seja, enquanto jogam sujo querem que o Sistema, Governo e Estado joguem limpo, escorreito e com lisura com eLLes, ainda que deem golpes baixos, ardilosos e mentirosos, urdidos e mancomunados em conluios com seus adEvogados e comparsas, mas os Poderes, Órgãos e Instituições não podem nem devem se concertar para combatê-los; se organizar e cooperar entre si, para provar todos os crimes perpetrados e que chamam de erros, enganos ou falhas ou mais cinicamente dizem não saber e que não sabiam que eram crimes os seus erros!
Já havíamos dito, repetido, reiterado e replicado: o Estado democrático, humanitário e de direito não pode nem deve se prestar ao valhacouto, casamata, bunker e guarida desses meliantes contumazes na prática desses erros:
Aliás, eLLes seguem à risca e rigorosamente a tudo que fora urdido, tramado, tecido, planejado e doutrinado, especialmente às 10 estratégias mais comuns de manipulação em massa através dos meios de comunicação de massa” in http://gouveiacel.blogspot.com/2018/05/tudo-como-urdido-tramado-e-tecido-no.html - descubram os porquês das NEWS nos bombardearem sobre o NOVOZeca-Diabo” e CONTRA às falas, gestos, atos e atitudes do MITO, o dia todo e todos os dias!
Reitere-se que “democrática, civilizada, pacífica, urbana, tolerante e tolerável” é a fala mansa, dissimulada, sonsa, insana, insensata e cínica senão hipócrita, cínica e demagógica do senador vermelho, a saber:
  • “A paciência do povo com a direita ultraliberal, fascista e entreguista está acabando em diversos lugares do mundo; @jairbolsonaro está com os dias contados. É questão de tempo. A hora do Brasil vai chegar. Anotem aí”. (Sic.) Humberto Costa @senadorhumberto. Ah! Postada sobre uma foto das arruaças dos baderneiros no Chile.
  • Ora, ora, mas quando o intrépido filho do Mito, ao ser indagado sobre às ondas violentas e badernas dos baderneiros e incendiárias balbúrdias de bandoleiros alienados, alienantes e alienistas que se espraiam na AL - consoante urdido desde o “foro de São Paulo”, edição Caracas/Venezuela-, ao responder ao suscitado, apenas avençou como alternativa de contenção, controle, dissuasão e repressão a hipótese de um eventual, possível, imediato e urgente AI-5, tal e qual como no passado em 1968, que nos livrou a todos da sanguinária assassina ditadura-do-proletariado. Só isso!
As suposições, no campo das hipóteses e condicionadas ao “SE”, são inúmeras, invariáveis e imprevisíveis, embora nossa Carta Cidadã trate muito da questão, especialmente, a ver:
  • Art.21. Compete à União:
  • I - manter relações com Estados estrangeiros e participar de organizações internacionais;
  • II - declarar a guerra e celebrar a paz;
  • III - assegurar a defesa nacional;
  • IV - permitir, nos casos previstos em lei complementar, que forças estrangeiras transitem pelo território nacional ou nele permaneçam temporariamente;
  • V - decretar o estado de sítio, o estado de defesa e a intervenção federal;
-“Há um limite em que a tolerância deixa de ser virtude”. Edmund Burke.
Abr
*JG

sábado, 4 de abril de 2020

TRABALHO SUJA AS MÃOS DE UNS, E DE OUTROS, NÃO: MÃOS-SUJAS VERSUS MÃOS-LIMPAS!

Joilson Gouveia*


BREVE PROÊMIO:
  • O povo, detentor e essencial “fator real de PODER”, que insta, exige, implora, clama, conclama e reclama ao outro FATOR REAL DE PODER: FORÇAS ARMADAS; para restabelecer a ORDEM e a LEI, para que esta valha, viceje e vingue, também, se aplique aos corruPTos e corruPTores dessa espoliada, combalida e aviltada Nação em face de tantos DESVIOS ou DOAÇÕES de nosso Erário, para o enriquecimento ILEGAL, ILÍCITO e IMORAL desse IMUNES (imundos, como dito acima) que sequer são INVESTIGADOS, PROCESSADOS, JULGADOS, CONDENADOS ou PRESOS CONFORME COMINAÇÕES LEGAIS PRESCRITAS, para cada delito deLLes, que só tem valia para o povo e ao cidadão comum, que pode ser tido ou considerado criminoso pelo bafômetro ou se chutar um cão ou animal qualquer, mas assaltar ou roubar ao Erário é trivial, curial, normal e natural, sobretudo, se praticados por “aliados” cúmplices dessa roubalheira toda.
  • Será que perdemos a capacidade de INDIGNAÇÃO, REPULSÃO, AVERSÃO e REPÚDIO a tudo isso? Será que ella está correta ao dizer que “os brasileiros somos todos corruPTos, corruPTores, desonestos e ladrões”? (Sic.) Ou Rui acertou ao prever que “chegará o tempo que o cidadão sentirá vergonha de ser HONESTO”? Chegamos nesse tempo? Creio que não! – In https://gouveiacel.blogspot.com/2015/03/juntemo-nos-todos-em-defesa-da-patria.html
Doutro giro, ao que se nos antolha, da premonição de Rui (vergonha de ser honesto) a coisa piorou e passou a causar pânico numa multidão de povo: É incrível quanto pânico um homem honesto pode causar em uma multidão de hipócritas”. In https://gouveiacel.blogspot.com/2020/04/e-chegada-hora-do-urgente-imediato-e.html.

Ao ensejo, urge relembrar do nosso grande e maior sertanejo:
Pois é, por conseguinte, como o que está ruim tende a piorar, além do ser honesto, e de o digno trabalho, que dava dignidade, orgulho e respeito ao homem:https://gouveiacel.blogspot.com/2017/09/trabalho-dignifica-o-homem-e-enobrece.html; a coisa degringolou: deram tanta esmola ao povo que o viciaram – e querem continuar: “controle a comida e controlarás o povo” - que a ojeriza, a aversão, o repúdio, o asco, a vergonha de outrora e o pânico de agora são causados, também, ao labor, ao trabalho e ao trabalhador: notada e especialmente para esse NOVOZeca-Diabo” matador de trabalhador: https://gouveiacel.blogspot.com/2020/04/o-sofrego-e-apressado-bem-amado.html

Outra não é, pois, senão a “lógica” para esse tal de NOVO – muito mais midiático, cibernético ou televisivo (News) que invisível – corona-vírus ou Covid-19 (que jamais viera de Wahu, da mais que “democrática que republicana China”; como esperneado pela impessoal, imparcial, impávida e obstinada e isenta defensora da verdade verídica veraz (dos “fatos concretos”) e da científica e sábia ou sabida ciência e culta IMPRENSAé que o NOVO é apenas um assassino mortal e cruel que só ameaça, contamina, contagia e MATA ao povo trabalhador e aos velhinhos; já notaram isso? (“Coitadinhos”; dizem eLLes) e nas ruas (menos aos zumbis das crackolândias e aos moradores de rua, e nas ruas, ou aos moradores das comunidades, onde o comércio e consumo de drogas sequer foram afetados, proibidos e vetados, muito menos ainda seus pancadões e bailes funks).

Mas, segundo eLLes, circula, circularia ou circulará no comércio, mercado shoppings e indústria ou no batente laboral, porém é inócuo, inerme e inofensivo aos paladinos da “mídia assassina de reputações” dessa nossa “imprensa canalha” [Millôr] ou “imprensa banal” [Chesterton] nas redações (sem aglomerações) e, principalmente, aos invulneráveis, imunes e imunizados políticos (governadores, prefeitos e deputados ou senadores) “preocupadíssimos” com o bem-comum, bem-estar ou à Saúde e à Vida do povo: “estão todos com olheiras, sem dormir e com fortes dores de cabeça de tanta preocupação”. Acreditam? Pasmem todos! O que seria de todos nós sem eLLes?

Bem por isso, esses mesmos construíram, moderníssimos HOSPITAIS PADRÃO-FIFA, doze ao todo. Aliás, nesse ínterim, tivemos mais de 42 mil leitos hospitalares inativados, fechados ou desativados, a ver: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/sus-perdeu-42-mil-leitos-em-7-anos-diz-conselho-federal-de-medicina-6094843! É demagogia, hipocrisia ou mau-caratismo?

Ora, das duas uma:
a) ou o povo trabalhador só pega (e é vítima potencial de contágio, infecção e contaminação do NOVO) porque tem suas mãos sujas, de tanto trabalhar, ou;
b) os políticos são IMUNES porque suas “mãos são limpas” (tal e qual aos da imprensa) porque, de fato, na prática ou realidade, não trabalham!
Ah! E os velhinhos (“coitadinhos”) porque trabalharam muito, antes de se aposentarem, são sujos e muito poucos asseados! Ou não?
- Ainda soltam os presos e prendem os soltos; entenderam?
Abr
*JG

sexta-feira, 3 de abril de 2020

É CHEGADA A HORA DO URGENTE, IMEDIATO E INCONTINENTI DECRETO SALVADOR DO POVO OPRIMIDO: O AI-5 DE OUTRORA!

Joilson Gouveia*


Imperioso iniciar este breve texto com o lapidar escólio de Thomas Sowell:
  • a)“A inveja foi considerada um dos sete pecados capitais antes de se tonar uma das mais admiradas virtudes sob seu novo nome: justiça social”;
  • b)É incrível quanto pânico um homem honesto pode causar em uma multidão de hipócritas”.
Dito isto, antes instando as escusas devidas e necessárias, aos meus quase cem leitores e aos demais que a este virem, esperando que não vomitem nem se agastem com tantos desrespeitosos vitupérios insanos e ensandecidos de um reles, mequetrefe, pusilânime e sórdido blogueiro invejoso, rançoso, raivoso, atoleimado e lamurioso:https://www.cadaminuto.com.br/noticia/357088/2020/04/03/bolsonaro-ataca-seu-proprio-ministro-e-aposta-no-caos-para-detonar-governadores - notaram quantos perniciosos adjetivos pejorativos e depreciativos nessas injuriosas, infames e difamatórias diatribes, do escarlate resistente, ao osso Presidente?
Vejamos, pois, a ilação de suas elucubrações aqui transcritas:
  • Nesse sentido, a intenção de Bolsonaro fica explícita quando ele fala sobre o isolamento determinado pelos governos estaduais. Vejam: Para abrir comércio, eu posso abrir em uma canetada. Enquanto o Supremo e o Legislativo não suspenderem os efeitos do meu decreto, o comércio vai ser aberto. É assim que funciona, na base da lei. Tudo errado. Nem lei nem canetada”. (Sic.)
- Ora, “nem lei nem canetada”? O que fizeram os governadores e prefeitos com seu abusivos DECRETOS ou “canetadas”?

Acaso, suas pífias, tíbias e maléficas canetadas (estaduais e municipais) não são abusivas, arbitrárias, absurdas, anômalas, ilegais e inconstitucionais nem desrespeitaram à República Federativa e à autoridade suprema de nosso Presidente, mormente à livre vontade do poderoso e soberano povo, especialmente dos 57.797.847 milhões de eleitores, que o escolhemos como Chefe de Governo, de Estado e o Comandante-Em-Chefe Supremo das Forças Armadas?

O povo livre, soberano, poderoso, decoroso, honesto, honrado, digno, decente e trabalhador teve seus inalienáveis, intransponíveis, intransigentes, invulneráveis senão sagrados e sacrossantos Direitos e Garantias Constitucionais aviltados, espezinhados, vilipendiados, cerceados, tolhidos, proibidos e vetados: direito de livre locomoção e de subsistência laboral lícita, honrada e honestamente de seu próprio esforço, labor e suor, por reles DECRETOS AUTÔNOMOS, de autoridades incompetentes para tal; isso é mais que usurpação de função, competência e poderes ou ABUSO DE PODER; ou não?
  • Agora reparem neste raciocínio de Bolsonaro, que ele expõe logo na sequência da declaração que citei acima: Eu estou esperando o povo pedir mais, porque o que eu tenho de base de apoio são alguns parlamentares. Tudo bem, não é maioria, mas tenho o povo do nosso lado. Eu só posso tomar certas decisões com o povo estando comigo. É o populismo reacionário e golpista em estado bruto”. (Sic.)
- Olvida, o nosso Presidente, de seus 57.797.847 milhões, uma esmagadora maioria de cidadãos e cidadãs de bem que anelam, instam e exigem até mesmo o urgente, imediato e incontinenti decreto salvador ou o AI-5, de outrora – se duvidam, façam enquetes e pesquisas – “populismo reacionário e golpista em estado bruto” é o cacete ou “baralho” sem o “C”!
  • Então o sujeito trabalha com esta lógica espúria, típica dos ditadores: conta que chegará a hora em que o “clamor das ruasdará a ele poderes totais. Com esse aval, o presidente poderá baixar um decretoque já está pronto, ele avisapara derrubar as medidas adotadas pelos governadores”. (Sic.)
- Senhor Presidente, já os tens a basto e suficientemente legítima, legal, moral e constitucional: esses tais poderes; use-os o quanto antes: não deixeis “o rabo balançar o cão”! Lembrai-vos: http://gouveiacel.blogspot.com/2020/03/somos-todos-cachorros-ou-caes-fieis-e.html. E mais: olhai, escutai e atendei ao apelo dessa professorinha intrépida, decorosa e chorosa, que nos representa a todos nós em seu clamor:
  • Há milhões e milhões de brasileiros e brasileiras na mesma situação; o Bolsonaro-Mito/2018 tem que mostrar a esse povo quem é o Presidente Bolsonaro, de fato e de direito, e acionar à LEI: dura lex sed lex, e já! Aqui não é nenhuma UE onde cada pais, em tese, tem suas próprias leis, regras, normas, limites e fronteiras. Nosso Brasil ainda é uma República Federativa, cujo pacto federativo está sendo descumprido, desrespeitado e espezinhado e rasgada a CF/88, por insurretos, insubmissos, inconfidentes caudilhos, suseranos, mandatários e alcaides algozes autoritários abusivos e autoritários!
- Senhor Presidente, eLLes urdem, tramam e tecem à sorrelfa numa concertada conspiração traiçoeira própria de inconfidentes insurretos, insubmissos e subversivos, a ver:
- A rigor e a bem da verdade, tais decretos AUTORITÁRIOS, ABUSIVOS e ARBITRÁRIOS são nulos de plenos poderes e direitos conquanto INCONSTITUCIONAIS, mas, infelizmente o povo soberano e poderoso, ainda ignaro e ignorante(desconhecedor e desavisado) de seus Direitos e Garantias Individuais, Sociais, Civis e Políticos, os tem acatado, ordeira, disciplinada, cordata e ordenadamente numa passividade pacata e pacífica estremes senão extremadas; infelizmente! Temos dito e questionado, a saber:
  • Onde o MPF, PGJ e PGR e MP Militar que não veem isso, a saber:
  • Art. 9º - Tentar submeter o território nacional, ou parte dele, ao domínio ou à soberania de outro país.
  • Pena: reclusão, de 4 a 20 anos.
  • Parágrafo único - Se do fato resulta lesão corporal grave, a pena aumenta-se até um terço; se resulta morte aumenta-se até a metade.
  • Art. 10 - Aliciar indivíduos de outro país para invasão do território nacional.
  • Pena: reclusão, de 3 a 10 anos.
  • Parágrafo único - Ocorrendo a invasão, a pena aumenta-se até o dobro.
  • Art. 11 - Tentar desmembrar parte do território nacional para constituir país independente.
  • Pena: reclusão, de 4 a 12 anos.
  • Estão cochilando ou brincando com esses conspiradores e traidores da Pátria?
- Quantos desses tais suseranos têm apelado, e até se desculpado imoral, oprobriosa e indevidamente, à China, cujo NOVO "não surgiu nem se expandiu de Wahu", né? Ora, “sentir pena (ou desculpar-se genuflexos ou humildemente) dos culpados é trair os inocentes” (vítimas e familiares)Ayn Rand.
  • É por isso que ele diz na entrevista a Jovem Pan que está aguardando o povo “pedir mais” por uma intervenção de sua parte contra os estados. Aí ele acha que vira o rei. Aliás, penso que este seja o ponto mais grave na conversa de Bolsonaro com os jornalistas da rádio bolsonarista. É o autogolpe”. (Sic.)
- O asqueroso escarlate “sabe” até o que o MITO pensa; notaram? Mas, em contrapartida, nada vê nem tem visto nem fala das falas e ações conspiratórias de um pseudo parlamento e da patente e iminente ameaça: “tomaremos o poder, o que é diferente de eleições, que é coisa de burguês”; de bandido condenado, solto pelo STF!
  • As ideias cretinas de Bolsonaro foram apresentadas na Jovem Pan, como já falei. E o grande âncora a entrevistar o homem foi nada menos que Augusto Nunes. O jornalista continua em forma: bajulou o entrevistado e foi asqueroso ao atacar a própria imprensa a partir de mentiras escancaradas. Não espanta, claro, afinal o cara virou estrela na TV de Edir Macedo. Perdeu o senso e a compostura”. (Sic.)
Percebe-se, pois, que nem mesmo o seu colega de profissão escapa das venenosas, invejosas e insanas diatribes, infames assacadilhas e inescrupulosas catilinárias desse atoleimado escarlate! O qual, desde sempre, ou seja, mesmo antes, durante e depois, que o nosso Presidente, sozinho, com apenas um celular, em casa com seus filhos, sem grana e sem aliados partidários e sem tempo de tevê, derrotou ao Estamento, Establishment, Intelligentsia e Nomenclatura escarlates, mormente “à mídia assassina de reputações”, composta de “agentes-de-transformação-social”, “jornazistas” e de carpideiras escarlates resistentes dessa nossa “imprensa canalha”[Millôr], “cínica, mercenária, demagógica e corruPTa”[Pulitzer] e “imprensa banal”[Chesterton] ou “organização criminosa, nada mais”[Olavo de Carvalho], como temos dito, repetido, reiterado e replicado: http://gouveiacel.blogspot.com/2020/03/venceu-sozinho-ao-estamento.html.

O vigarista, patife, cretino, idiota e imbecil lobotomizado não percebe que suas diatribes venenosas e elucubrações ensandecidas agridem e desrespeitam não só ao Presidente, mas, especial, principalmente e sobretudo, ofendem aos seus 57.797.847 milhões de eleitores!

Enfim, senhor Presidente, salve seu povo oprimido pelos opressores estaduais e municipais nesses concertados absurdos, abusivos, arbitrários DECRETOS; desde quando reles subalternos decretos autônomos podem e revogam leis e CF/88?
Abr
*JG