quarta-feira, 26 de novembro de 2014

O IMPEACHMENT É GOLPE, CONTRAGOLPE OU MANDAMENTO CONSTITUCIONAL?


Joilson Gouveia*

Ainda que o Lobão esteja correto ao afirmar que "discutir com PTralhas é o mesmo que  jogar xadrez com os pombos..." e, apesar de ter jurado-me não mais ler aos escritos nesse "respeitável, responsável, verdadeiro, justo e imparcialíssimo blog", que mais se tem prestado e funciona como uma verdadeira sucursal de uma certa CARTA, que de maior somente tem o adjetivo aposto a ela, uma vez que não passa de uma trincheira de concreto real que serve de valhacouto ao provecto arauto esquerdistaPATA ou lulopetista ou dilmista bem como, também, para sua vergôntea vermelha - que acha correto, certo, responsável, coerente, justo, normal, natural, comum a sórdida prática do aparelhamento espoliante do Erário Nacional.

Portanto, para eLLes, é honesto, honrado e até simples e curial tudo isso que os PETRALHAS FIZERAM, FAZEM E QUEREM CONTINUAR A FAZER com nossa combalida nação e espoliado, aviltado, assaltado Erário ou, como dizem eLLes, só tem "desviado" e/ou DOADO nossas riquezas aos vermelhos retrógrados, superados, arcaicos, ultrapassados e falidos socialistas desse mundo afora, que somente se sustenta e é sustentado pela maneira de SER do PTrolão e mensalão (que negam nunca ter havido), pois juram, negam, mentem e desmentem numa insanidade sórdida aos fatos incontestáveis!

É que CREEM pia, fervorosa, fanática e cegamente no seu ícone, ídolo, apedeuta e guru deLLes todos, sejam de esclarecidos, cultos ou ignorantes, e, também, na marionete ignara, insana, mimada e insubmissa à ORDEM e à LEI (como sempre fora desde tenra adolescência que jamais amadurecera porquanto viver no passado) – ainda que cite alguns preceitos ou Princípios de Legalidade nalguns escritos aqui: “todos são iguais perante a lei” e a “lei é para todos”; porém, menos para Ella e para o molusco e sua miss Rose!
Para todos serve a LEI; a eLLe e para eLLes nunca! L’Etai c’est moi! “Monsieur Luiz LI ou impoluta soberana “Madame Dil"mãe dos brasileiros” II!

Há, pois, investigação ou inquérito, processo, julgamento – devido processo legal – e, por conseguinte, as devidas penas, para qualquer um do povo que descumpra a LEI, mas para Ella seria – no entender deLLes – mera inimputável ou simples irresponsável – eu a tenho como incompetente, inclusive, mas nunca imune, imaculada, invulnerável e inatacável ou ISENTA das PENAS LEGAIS
É dever-poder para Ella e de quaisquer agentes públicos ou políticos CUMPRIR E FAZER CUMPRIR ÀS LEIS, mormente à LEI MAIOR, nossa Carta Cidadã, de 1988, haja vista que ao descumprir, desobedecer, desacatar, espezinhar ou fazer menoscabo dela e das leis importa em CRIME DE RESPONSABILIDADE sim, e, por conseguinte, implicará ou acarretará o imediato, legal, justo, constitucional e devido processo legal de apuração regular, pelo Congresso Nacional, sob os auspícios da Câmara Federal e do Senado, com o incontinenti afastamento do cargo de presidente, por até 180 dias, é LEI – nunca golpe branco ou de quaisquer cores que insinuem.

Há razão ou fundamento ou lógica ou coerência nos ditos, vociferados e escritos deLLes?

A verdade deLLes é a conveniente ao momento da fala em suas bazófias da hora: num dado instante assestam ter havido “ditadura” ou golpe militar; noutro vomitam que houve “contragolpe”, pois que sabem ter sido verdade: os militares reagiram, ao GOLPE URDIDO no Congresso Nacional, com um devido, adequado, necessário, urgente e apropriado CONTRAGOLPE aos intentos vermelhos de 1935 e, sobretudo, em 1964. Os poucos lúcidos, cientes e são sabem disso muito bem e só o admitem à boca miúda e interna corporis ou IN OFF.

Ademais, também, ciosos estão que, assim como outrora, se tentarem agora, nossas Forças Armadas, mormente sua RESERVA, irão CONTRAGOLPEAR mais uma vez quaisquer tentativas sorrateiras, subliminares, dissimuladas ou escamoteadas e até mesmo agressivas, invasivas, ofensivas, já que há guerrilheiros infiltrados sendo treinados egressos de Cuba, Venezuela, FARC e outros aliados junto ao MST e outros quejandos, bélicas ou não. Advirto-os: não tentem!

Enfim, numa real democracia republicana, que se diz ser um Estado Democrático, Humanitário e de Direito, ou seja, aquele jungido aos Preceitos, Normas e Princípios Legais, portanto, submetidos somente ao IMPÉRIO DA LEI e nunca à vontade do seu “príncipe” ou princesa, o presidente é o seu maior servidor público, i.e., ele está para servir ao povo e a serviço do povo, pelo povo, para o povo e com o povo, mormente ao bem comum de seu País e à sua Pátria e à sua Nação jamais para se servir deles, locupletar-se ou descumprir seus deveres enquanto o mais alto funcionário da República.

Até que Ella pode ter tido 54 milhões de votos “válidos” jamais será MAIORIA de 142 milhões de eleitores e, sobretudo, dos mais de 201 milhões de brasileiros e de brasileiras honestos, honrados, sérios, trabalhadores, sinceros, francos e que ABOMINAM todas as falcatruas, negociatas e práticas corruPTas e corruPToras de quem se dizia paladino da ética, da moral e da honestidade antes de “chegarem lá”, ao chegarem: “Ô, rapaziada, cumpanhêros: vamos se dá bem! Se roubaram antes vamos se arrumar também! É isso que querem passar como coerente, correto e honesto: “os outros fizeram e nós podemose devemos fazer também!

Mutatis mutandis: “todo brasileiro é corruPTo” – assim pensa, disse e fala sua presidentA; lembram? Logo, todos os seus séquitos creem ser a mais absoluta verdade, mas esquecem que mais de 88 milhões de eleitores disseram um amplos, sonoro e claro NÃO a tudo isso que aí está! É impeachment ou intervenção militar, e JÁ!

Abr
*JG

Nenhum comentário:

Postar um comentário