quinta-feira, 4 de junho de 2020

EXTRA! EXTRA! "ELLES" DESCOBRIRAM A PERIFERIA!

Joilson Gouveia*


Antes, a “científica OMS/ONU”, do “cientista Tedros Adhonan” em suas “preocupadíssimas e sábias recomendações empáticas”, dizia-nos:
  • a. desde o alerta “não-transmissível entre humanos”;
  • b. do “distanciamento” ao “isolamento” e até o tal “lockdow contra” o assassino frio, invisível, cruel e impiedoso “Zeca-diabo” – que resistia à “venenosa ou “letalhidroxicloroquina, cloroquina e azitromicina, mas que salvou muitos “dotôs” - sem falar nos picos e curvas previstas e prorrogadas;
  • c. eis que, agora, resolve “retomar e rever seus e estudos e testes” (após centenas de milhares de vítimas de um vírus que nunca surgiu nem eclodiu de Wahu/China, segundo às News).
Isso é que é uma ciência “científica”; não?

Ora, até o prefeito de New York “responsabilizou o isolamento” por todas as mortes – se estavam isolados e em casa, como foram contaminados? Lembram?

Japão, Noruega, Suécia e outros mais sequer o consideraram e o Senegal desdenhou, descumpriu e desobedeceu aos “científicos protocolos do cientista Tedros”, e cuidou de sua população com os “terríveis venenos venenosos” restando apenas cinco mortos; eu disse apenas 5 mortos: https://pleno.news/saude/coronavirus/senegal-usa-cloroquina-desde-1-caso-e-tem-apenas-5-mortes.html.

Por aqui, nas plagas caetés e tupiniquins, as “científicas medidas” adotadas e impostas somente depois do carnaval (“não havia razão nem motivos para histeria nem pânico quando muito era só um resfriadinho ou gripezinha”, como dito pelo “dotô-global”) como tudo o mais neste país: só depois do carnaval: o maior “carnaval do mundo”-; lembram disso?
  • - Ah! E como há de ter um culpado ou responsável: agora é a “população pobre da periferia” a responsável pela majoração “estatística da coisa”: desde há muito “não há pobres, pobreza nem miseráveis nestipaís”; tanto é assim que preferiram construir doze estádios-padrão-Fifa aos hospitais e às UPA’s do eficiente e eficaz SUS, que fazia “inveja ao Obama”! 
Abaixo, excertos de textos nossos, a saber:
  • Enquanto atoleimadas carpideiras escarlates, autênticos intolerantes “socialistas sinceros” (todos os esquerdistas de esquerda e à esquerda humilhados, vencidos, derrotados e desesperados) se indignam, se assustam e se espantam com os palavrões (especialmente, com o “E, daí?”), do MITO, mas se calam e silenciam – “quem cala consente” – com o “ainda bem que a natureza criou esse monstro”; resta mais que provado que nada sentem pelas vidas ceifadas como jamais sentiram nem nunca sentirão: “tragédia é a morte de uma pessoa, a de milhões é apenas estatística”(Joseph Stalin); ou com o seguinte, a saber: Sou totalmente contra prender menor que matou uma pessoa. Devemos colocá-lo na escola para reeduca-lo. Quem morreu, morreu, não volta mais. Agora, deixar preso um muleque a vida toda só porque ele matou, sou contra”. (Sic.) – Lula, julho/2015. Revista Época. – In https://gouveiacel.blogspot.com/2019/03/um-povo-armado-e-um-povo-livre-desarmar.html
  • Façamos assim: como somos maiores de idade, responsáveis e donos de nossos destinos, de nossa liberdade, do livre alvedrio e nuto ou de nossas vidas, cada um que decida se autoriza ou não o uso da hidroxicloroquina, cloroquina mais azitromicina, no caso de infecção ou contaminação pelo vírus chinês (que não veio de Wahu/China – segundo as News); quem quiser autorize e quem não quiser nem autorize nem use!
  • Quem lembra daquele meme que diz: “se Bolsonaro descobrir a cura para o vírus ainda terá quem torça pelo vírus”?
  • Os “venenos venenosos” não servem aos plebeus; ou não?
  • Meu Deus! Sendo assim, se não funcionam nem fazem efeito nenhum, salvo os maléficos, perniciosos, danosos, gravosos e perigosíssimos ou letais “efeitos colaterais”! Então, estão mortos Roberto Kalil e David Uip e outros tantos, e esqueceram de avisá-los!
  • Avisem aos infelizes zumbis ou mortos-vivos que foram salvos pelos venenos venenosos não aprovados pelos diligentes, eficientes e competentes conselhos de conselheiros fiéis às recomendações de Tedros Adhonan, da OMS/ONU – até Donald Trump fez uso desses venenosos venenos – “que não servem nem saram nem curam”!
  • Axioma popular; "erro médico a terra cobre e encobre (ninguém descobre)  e não há quem cobre"! Hipócrates é coisa de gregos! 🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔🤔😎👉👉 
Pasmem! Finalmente, os empáticos humanistas igualitaristas, coletivistas, progressistas ou os inusitados reformistas sempre solidários, justos e fraternos, descobriram que há periferias, comunidades e favelas vulneráveis ao “Zeca-diabo”, até então imunes tanto quanto os moradores de rua e nas ruas ou “em situação de rua”! A ver:http://blog.tnh1.com.br/ricardomota/2020/06/04/avancando-na-periferia-covid-19-tende-a-virar-estatistica/.

Na verdade, essas atoleimadas carpideiras empáticas lamentam, choram e sentem pela derrota humilhante das eleições perdidas, sobretudo, pela real possibilidade de jamais retornarem ao Poder, mormente pelas debacles, baldadas e fracassadas tentativas pífias de derrubarem o MITO!
Abr
*JG


2 comentários:

  1. Muito, muito bom de novo
    Joilson com razão bde novo.
    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎😎🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷🇧🇷

    ResponderExcluir