quinta-feira, 7 de junho de 2018

ELEIÇÃO, EM CÉDULAS DE PAPEL, HÁ MAIS DE TRÊS MESES, PARA APURAÇÃO, COMPUTAÇÃO E TOTALIZAÇÃO

Joilson Gouveia*
Apelando aos caros leitores indignados, contrariados e revoltados, que pretendam OPTAR pela ínfima multa com ABSTENÇÃO DE VOTAÇÃO, é até razoável senão aceitável todos os seus argumentos e, sobretudo, sua indignação, contrariedade e revolta, com as quais concordo em GNG, mas, ainda assim, permita-me os simples questionamentos:
a) ao anularem seus votos e de sua família, irão impedir de que sejam eleitos ou reeleitos?
b) acaso, sabiam que, os votos BRANCOS e NULOS e as ABSTENÇÕES, em nada alteram, modificam ou revertem nem prejudicam aos votos válidos sufragados, consignados e computados para o referido candidato à eleição ou reeleição?
c) enquanto você, sua família e milhões assim procedem e procederem anulando ou votando em branco, estarão contribuindo com os eleitores desses mesmos que se mantém no status quo?
d) malgrado a verdade stalinista de que “o voto nada decide, quem decide é quem conta os votos”, há, pois, desta feita, uma chance, na prática e na verdade, real, possível e legal possibilidade de alterarmos, modificarmos e defenestrarmos todos esses mesmos políticos a que te referes?
Simples: basta que exijamos o voto impresso e apuração, computação e totalização ostensiva, pública, clara e transparente dos votos sufragados, porquanto já haver LEI nesse sentido, sabias?
Enfim, exijamos de todos os TRE’s e do STE o direito constitucional, legal, legítimo, político, democrático e civilizado VOTO IMPRESSO ou em CÉDULAS de PAPEL, acaso não seja possível imprimir os votos dessas “seguras, imaculadas, invulneráveis e invioláveis urnas eletrônica digitais, da Smartmatic venezuelana, de George Soros”, que os tem mantido e os mantém no Poder, e já!
Pense nisso!
Abr
*JG
P.S.: Escrito antes da “brilhante” decisão do STF de “considerar” inconstitucional a impressão de votos, nessas “seguras urnas”, que seja, pois, em CÉDULAS DE PAPEL. Ou não?

Nenhum comentário:

Postar um comentário