terça-feira, 29 de novembro de 2016

DESORDEIROS VÂNDALOS SUBVERSIVOS OU TERRORISTAS INOCENTES ÚTEIS LOBOTOMIZADOS ESCARLATES MASCARADOS?

Joilson Gouveia*

Onde estavam todos esses intrépidos “manifestantes” mascarados e munidos de bandeiras, paus, cacetes, pedras, coquetéis-molotov inflamáveis ou incendiários, vociferando bordões da UNE, UBES, CUT, MTST, MST et caterva que pugnam CONTRA a tal PEC/241 (Atual PEC/55 – apelidada de PEC da morte ou do fim-do-mundo por eLLes mesmos) que “ocuparam” às plagas do DF, Esplanada dos Ministérios, Praça dos Três Poderes e adjacências, ateando fogo, virando veículos, quebrando e depredando tudo e agredindo a todos, mormente aos policias militares brasilienses, quando a então defenestrada, expurgada, condenada e nos tentou IMPOR o tal REAJUSTE FISCAL – que levou uma “queda, sem coices”, como urdido e quiseram aqueles dois presidentes (senado e STF) numa infensa afronta à CF/88 e acinte à Democracia?
Detalhe: se e quando outras pessoas, indivíduos e cidadãos do povo se reúnem por lá, logo são pechados, tachados e apelidados de “invasores”, como se viu ver dias atrás quando “os intervencionistas” adentraram às casas legislativas- vide aqui, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/11/invasoes-versus-ocupacoes-ou-31-anos-de.html; de pronto, usaram suas guardas pretorianas, as polícias legislativas e FNS. Lembram?
A atual PEC é a mesma 241, que eLLa apresentara no primeiro trimestre deste ano, que cortara mais de 10,2 bilhões da “pátria educadora” quando sequer se ouvira um pio desses tais “manifestantes”, nem mesmo quando os níveis de desemprego ultrapassaram aos 12 milhões de desempregados e demitidos entre 2014/2015 – onde estiveram essas tais centrais e uniões estudantis, a saber: http://gouveiacel.blogspot.com.br/2016/09/as-centrais-sindicais-e-sindicatos.html?
Afinal, não foram esses mesmos que elegeram ao atual presidente, por duas vezes consecutivas, que fora o eficiente, inteligente e proficiente VICE? Do que reclamam, o cara só lhes serviam para VICE?
Malgrado nada ter mudado, após a dissimulada e urdida “queda, sem coice”, pois o atual era, é e continua sendo o mesmo Poder daquela “coligação vitoriosa”, onde “fizeram o diabo para não perder as eleições” – não perderam, mas não venceram (no maior, mais vil e mais escabroso, inescrupuloso e criminoso ESTELIONATO ELEITORAL já visto “na istóra dessepaiz”) como admitido e confessado por seu “criador”, fruto da “estratégia do mentor e criador da criatura” – ainda são os mesmos comunistas/socialistas de botequins que mandam no Poder; ou não?
O que pretendem com essa balbúrdia agressiva e turba violenta “manifestação”?
a)    Desviar o foco verdadeiro e real do golpe em curso no congresso nacional, com urdidas “anistias” aos crimes eleitorais, caixa2, desvios e doações, mormente dos parlamentares com envolvimentos na Operação Lava-jato?
b)    Desestabilizar e/ou derrubar o que chamam de ilegítimo ou impopular “governo golpista, farsante e traidor”? – ambos eram e são impopulares!
c)    Provocar a tomada imediata, provisória, temporária e imprescindível pelos intervencionistas marciais federais, para eleições gerais em até 180 dias, no máximo, como ocorrera em 1964, que durou 21 anos, porquanto optaram pela guerra de guerrilhas urbanas e rurais, os esquerdistaPATAS de sempre, para se “saírem de vítimas”, mais uma vez na história deste país?
d)    Ou, finalmente, tudo isso é para que seu “el rei asceta de prístinas virtudes” não seja julgado e condenado nos três processo em que figura como RÉU, inclusive, também, na Operação Marquês, em Portugal?
Enfim, a imediata, incontinenti e imprescindível intervenção constitucional marcial federal é viável, possível e factível porquanto prevista nos Artigos 1°, 2° e 3° c/c o 142, caput, da CF/88, senão vejamos, a saber:
·         Art.1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
·         I - a soberania;
·         II - a cidadania
·         III - a dignidade da pessoa humana;
·         IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
·         V - o pluralismo político.
·         Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
·         Art.2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.
·         Art.3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
·         I - construir uma sociedade livre, justa e solidária;
·         II - garantir o desenvolvimento nacional;
·         III - erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
·         IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.
·         Art.142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.
Percebam, pois, que quaisquer dos Poderes – seja o Soberano Povo e/ou os Três Poderes – PODERÃO, “por iniciativa destes”, INSTAR À DEFESA DA PÁTRIA, À GARANTIA DOS PODERES E DA LEI E DA ORDEM, o incontinenti, imediato, urgente e imprescindível uso das nossas briosas Forças Armadas, para garantia dos Poderes e a Defesa da Pátria, da Lei e da Ordem, que estão sendo ostensivamente perturbadas, desrespeitadas, espezinhadas, menoscabadas, aviltadas e vilipendiadas por esses “manifestantes”; ou não?
Enfim, ou Presidente da República assume sua honrada condição de autoridade suprema de comandante-em-chefe da Forças Armadas e as convoca, ou os demais Poderes (Povo, Judiciário e Legislativo) o deverão fazê-lo, para o bem-maior de nossa querida Pátria Amada Brasil, mormente pelo bem-comum de todos os seus cidadãos e cidadãs decentes, honestos, honrados e de BEM.
É chegada a hora de um BASTA, e Já! Cadeia nessa corja de subversivos, baderneiros, terroristas e “inocentes úteis lobotomizados escarlates”.
Ora, a imensa maioria do povo brasileiro disse-lhes um fragoroso NÃO nas últimas eleições!
Abr

*JG

Nenhum comentário:

Postar um comentário