quarta-feira, 18 de novembro de 2015

MARIANA DESNUDA A FARSA E A DESFAÇATEZ DE DESGOVERNOS VERMELHOS DESASTROSOS




Joilson Gouveia*
A recente tragédia mineira e que se estende e desce até o mar, numa trilha perniciosa, perigosa, maléfica, maligna e assassina, de Mariana–MG, foi uma fatalidade decorrente de inação humana, omissão, negligência, imprudência e imperícia no controle, fiscalização e monitoramento ou falta dele (monitoramento) ou erro técnico na sua construção ou teria sido causada por um rompimento “naturalmente” causado pela ação comissiva danosa de um eventual sabotador terrorista aliado ao desgoverno atual, que sempre defende aos jihadistas, apoia e constrói moderníssimo hospital, na Palestina, e, também, é parceiro e aliado dos “nobres” guerrilheiros das FARC’s, que são mantidos pelos narcotraficantes dos cartéis colombianos de Cali, Medelin,mais  equatorianos e bolivianos do índio cocaleiro Evo (in) Morales, que tomou nossa refinaria (patrimônio brasileiro e da Petrobrás) ou teria sido de alguns infiltrados cubanos, dentre os médicos, sem revalida, daquele urdido programinha de desvio de verbas, recursos e riquezas nacionais, conhecido por “MAUS MÉDICOS, MÁS SAÚDES” ou seria resultado das tropas venezuelanas bolivarianas, que adestram, treinam e preparam os integrantes do “izécito” deLLe, cujo “general” é aquele escroque, salafrário e esbulhador de propriedades, terras produtivas, campos e fazendas particulares alheias?
Aliás, mais de 45 mil haitianos adentraram pelo Acre, nesses últimos 11 meses, e recebem BOLSA-FAMÍLIAS desse desgoverno e do prefeito de São Paulo – todos são haitianos do sexo masculino com idade entre 19 e 35 anos, tipo atlético, e quase nenhuma haitiana. Trabalhadores? Estranho; não?
Mariana, com esse sinistro inexplicável até agora, derruba, desnuda e deita por terra ou põe na LAMA um desgoverno desidioso, desastroso e despreparado sem nenhum programa, projeto ou plano emergencial preventivo, repressivo, contingencial ou de urgência e de ajuda e socorro imediatos ou mesmo de defesa civil – o ministério da defesa, da infraestrutura ou mesmo das cidades e do meio ambiente ou IBAMA estiveram ausentes e somente este último se manifestou para arbitrar uma MULTA – como gostam de multas e de multarem; não?
A lama letal escorre, desce, devasta e mata serra abaixo em demanda ao Atlântico diante da inoperância de seus desgovernos federal e estaduais dos estados-membros atingidos e no roteiro devastador da LAMA ASSASSINA, que mata pessoas, animais, matas, florestas, rios e córregos – enfim, ceifando à flora e fauna brasileiras – Enquanto isso, eLLes, como sói acontecido, imputam responsabilidades e culpas aos outros, sobretudo ao passado, por terem vendido a Vale do Rio Doce, que deixou de ser doce para ser somente VALE, que nada vale para os comunapetralhistas federal e estadual, a despeito de ser a maior do Brasil e uma das maiores do mundo, era a segunda maior empresa brasileira quando a Petrobrás era a primeira e a 12ª do mundo, hoje é a 436ª dentre as petrolíferas mundiais. – Vargas, em 1950, funda a Petrobrás e eLLes afundam-na, em menos de três lustros!
Os ministérios, pelo que se pode inferir do fatídico affair, somente tem servido para o odioso aparelhamento de seus mais de 139 cargos comissionados; ou não?
Como diria o poeta: “o mineiro só é solidário na dor”, mas os demais brasileiros e as brasileiras também tem sido fraternos e solidários, não somente com os mineiros de Mariana, sobretudo como os de cada cidade, povoado, vilarejo, rincão, torrão e pedacinhos de chão atingidos pela catástrofe anunciada que joga na LAMA o mar de lama que é esse desgoverno vermelho; ou não?
Ações urgentes, eficientes, efetivas, incontinenti, a priori e de plano ou emergentes e imediatas só dos corpos de bombeiros de uns integrantes da defesa civil estadual, municipal e de uma parcela da população local atingida, ferida e condoída pelo MAR de lama em demanda ao MAR.
O que espera o Congresso Nacional, que não decide sobre os mais de 18 pedidos de Impeachment e de cassação de uma “velha senhora” búlgara, que se diz mineira de nascimento, mas nem mesmo na dor é solidária?
Fora, corja vermelha! Abaixo a cleptocracia!
Abr
*JG

Nenhum comentário:

Postar um comentário