terça-feira, 3 de março de 2015

O HSBC E A ESPERADA LISTINHA DE MAIS DE OITO MIL BRASILEIROS

Joilson Gouveia*

Há uma ansiedade desesperadora, uma histeria ou sofreguidão - ou “sofrência”, neologismo de Whats-App e/ou de Facebook! - ou até um quase triunfo ou feito virtuoso e vitorioso delirante, para alguns vermelhos PTralhistas, que açodada, inquieta e avidamente anelam encontrar, “nessa listinha” de Janot” – o atual “engavetador” deLLes -, alguns nomes de integrantes de outros partidos, mormente dos de oposição, e, sobretudo, que tenha os de FHC, Serra, Aécio ou outro ser qualquer, seja vivo ou morto!
Por quê? O que significaria? O que diriam? – como já insinuaram e ainda dirão: que com eLLa não tem corrupção; “doa a quem doer”; “eLLa manda apurar e quenunca na estóriadestepaís se combateu tanto a corrupção”! Patifes!
Para mim é simples: na lógica deLLes, os PTralhistas do PTrolão ou do mensalão e de outros escândalos que virão (cogita-se o do BNDES; do BB e da CEF e suas loterias e etc., conforme rumores na grande rede social, que farão do mensalão e do PTrolão “ninharias”) isso CALARIA A OPOSIÇÃO e até justificaria a CORRUPÇÃO. Pois, se daria o aforismo popular: “o sujo falando do mal lavado! Mas, ainda assim, não os limparia; claro! Nem os livrariam do PTrolão! Ou não? Dirão, ainda mais: roubaram antes! Desde o “descobrimento” que roubam ao Brasil!
Ora, no meu simples crivo, olhar, entender e crer, havendo nomes outros que não os dos PTralhas vermelhos corruPTos e corruPTores - que se dizem vítimas dos “empreiteiros”, que tentaram, azucrinaram e compeliram aos “diretores” (indicados e nomeados por políticos) incrustrados naquela que fora a 12ª maior empresa petrolífera do mundo, e hoje ocupa 120ª posição – os tornam iguais e os põem na mesma vala, sarjeta e esgoto ou lixo moral e aéticos ou uns300 picaretas”, como dito por eLLes antes, e comprovará o que digo e tenho reiterado, a saber: eLLes não nos representam – não representam nem defendem aos interesses e direitos do POVO senão aos interesses deles mesmos, para si de per si e em si mesmos e seus familiares ou parentelas.
O povo os põe lá; mas não tem poderes de tirá-los. Enfim, há “parlamentares em demasia e cheios de regalias, benesses e mordomias” e não estão nem aí para o povo, a freguesia ou a periferia.
A nação em ebulição, oprimida e escorchada por impostos injustos sempre majorados e nenhum representante do povo faz nada, com raríssimas exceções, nem ergue a voz em defesa do povoseria muito melhor fechar a casa do povo, que nem mesmo nela pode entrar, para se manifestar e ser ouvido.
Ora, se o congresso nacional está cego, mudo, mouco e inerte aos reclamos do povo, não temos democracia e sim tirania, melhor fechar a casa e exortar seus inquilinos. Ou não?
Enfim, o que espera ainda Jannot? E o “ladrão” que nada roubou de valor, mesmo “tendo estado mais de oito minutos no interior de seus aposentos”, não levou mais nada que um controle remoto, não deixou digitais, nem arrombou nada e nem furtou...
Eu, hein!
Abr

*JG

Nenhum comentário:

Postar um comentário